Guerra de Tróia

trojan-war-horse-angus-mcbride
Trojan War by Angus McBride

Foi a 24 de Abril de 1184 AC que os gregos entraram finalmente na inexpugnável cidade de Tróia, depois de mais de uma década de intensos combates, sem que nenhuma das partes - gregos e troianos - conseguisse dominar a outra e vencer a guerra. Os gregos usaram uma artimanha, oferecendo um cavalo de madeira. Os troianos viram nesse presente uma espécie de rendição dos gregos. Depois de várias discussões sobre o que iam fazer com o cavalo, optaram por oferecê-lo aos deuses, pela vitória sobre os gregos. Desta forma, levaram o cavalo para o centro da cidade, começando a festejar, já que estavam em guerra há muito tempo. Mal sabiam eles que o cavalo continha no seu interior um bando de hábeis soldados gregos, que facilmente atacaram os sentinelas troianos quando estes estavam já inebriados e abriram os portões da cidade, conduzindo o exército grego à derradeira vitória sobre Tróia.

Numa passagem da Íliada, de Homero, Aquiles diz-nos o seguinte:

 "Quando todos os mais bravos dos argivos estavam dentro do cavalo que Epeu havia criado, e quando tocou a mim decidir a oportunidade de abrir ou fechar a porta para nossa emboscada, embora todos os outros chefes entre os dânaos (gregos) estivessem enxugando seus olhos e tremendo em todos os seus membros, nunca o vi empalidecer ou derramar lágrimas de medo; ele em vez estava sempre urgindo que eu abrisse o cavalo e, de espada em punho, e com a lança de bronze, investíssemos em fúria contra o inimigo."

Comentários

  1. "A Ilíada" é um dos meus clássicos favoritos! Lê-a, só te enriquecerá!

    abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tive a sorte de ler excertos da Ilíada e da Eneida - que entretanto já li há tempos atrás a obra completa em português - durante as aulas de Latim.

      No entanto, quero ver se arranjo a Ilíada e a leio também completamente!

      Abraço e bom feriado! ^^

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Gosto muito também!
      Grande abraço Francisco! Bom feriado! ^^

      Eliminar
  3. Gente você me fez lembrar do tempo em que estudamos Latim e das leituras que tive o prazer de fazer na época. Memorável mesmo. Hoje! Bem, prefiro não comentar ...

    Beijão querido ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes Paulo? Volta e meia sinto saudades e tenho vontade de comprar o manual da escola de novo e rever a matéria de Latim. Sinto saudades de ler textos em Latim! Tive a sorte de ter bons professores, um deles era um dos melhores aqui do país!

      Abreijos :)

      Eliminar
  4. Ler, sempre ler, eu tive a sorte de ter tido uma madrinha que tinha livraria, poderia ler tudo sem ter de pagar, pois no meu tempo, era muito raro as bibliotecas públicas, sendo assim fui incentivada a ler e fiquei viciada! Tenho uma neta de 13 anos que não larga um livro para nada, rsrs, só quando precisa, isso herdou o genes de mim, eu, a avó que sempre lhe deu de presentes, livros,rsrs!
    Amei ler aqui a dica, esses livro eu ainda não li, olhe só, preciso conferir!
    Mais abraços meu amigo, agora nem é mais novo amigo, mas um amigo já muito querido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Ivone! No meu caso comecei a ler bem pequenininho! Meu avô não gostava que eu fosse brincar para a rua com as outras crianças. Então, muito cedo - ainda nem tinha entrado para a escola primária - já eu lia livros infantis. Gostei tanto de um deles que já em adulto decidi escrever um conto infantil dedicado ao personagem principal desse livro - o raposinho. Já escrevi dois contos e tenciono escrever um último com as aventuras de Faísca! ^^

      Abreijos e muito obrigado pelo carinho! ^^

      Eliminar
  5. Oi João
    Muito interessante seu post
    Eu li na época da escola, mas confesso que me lembro de poucas passagens.
    Muito bacana esta passagem destacada.
    Abraços
    Claudia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Claudia! Bem-vinda às Entrelinhas! ^^
      Eu gosto muito da Guerra de Tróia. Já li diversas obras sobre o tema, sendo que duas ou três delas já abordei aqui no blog. Adoro Mitologia e creio que estas histórias assim de guerras e de lutas, ainda para mais neste caso em particular, que envolvem um rapto de uma bela rainha, encantam sempre o universo e a imaginação dos Homens. Na passagem transcrita, Aquiles já tinha morrido e estava no Inferno!

      Obrigado por comentares! Espero ver-te por cá mais vezes! ;)

      Abreijos :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Olá! O teu comentário é sempre bem-vindo!
Comenta, opina, expressa a tua opinião! Este espaço é teu!

Se quiseres contactar connosco, envia-nos um email para:

entrelinhasdirecionadas@outlook.pt

Esperemos que tenhas gostado do blog e que voltes sempre!

Mensagens populares deste blogue

Sexo oral. Porém escrito!

Projecto "Baleia Arco-Íris" [Update]

Animal X Animal