Sombras da Luz: Entardecer, Capítulo 9 [PT]

Capítulo 9: O confronto final!

- Chibi-Sama? A sério? - perguntou Mikel, incrédulo.

- Isso mesmo. Chibi-Sama. Aquele que criou Tudo o que Existe. Neste momento ele já sabe, tal como o Imperador Seth e os Mestres Ascensos que restam, que tu obtiveste o 7º Elemento. - respondeu Garganthis, com um leve sorriso. 

- Se o Seth já sabe disso, como poderei eu ter alguma vantagem na luta contra ele?

- Não estás sozinho nesta aventura, amado Mikel! - comentou uma voz atrás dele, fazendo Mikel virar a cabeça e expressando um grande "ohh!" de surpresa.

- Comandante Ashtar! Titus! Caleb! Razor! - gritou.

Os Sombras da Luz correram para os braços de Mikel e abraçaram-se, sorrindo felizes. Mesmo Caleb, que mantinha sempre uma postura mais sóbria, estava feliz por rever Mikel! O seu sangue fervilhava de excitação, agora que sabia tudo sobre a sua condição de vampiro BV. Os vampiros BV eram originários de Spodeth-Alpha. Eram em tudo semelhantes a outros vampiros, excepto pelas características peculiares que deram origem a esta nova estirpe. Um vampiro BV só conseguia passar essa condição por descendência. Não de pai para filho, mas de avô para neto. Além disso, o filho de um vampiro BV tem de ser bem tratado. Ao contrário do que Caleb imaginava, a grande maioria dos vampiros comuns trata os filhos com raiva, violência e escravidão, por forma a conseguirem assegurar a espécie. Só quando um vampiro BV ensina os seus filhos e os educa com Amor, o que vai contra a natureza fria e distante dos vampiros, é que existe a possibilidade de nascer um neto com essa peculiaridade de ser um vampiro BV. Caleb descobrira, durante os treinos com o Comandante Ashtar, que o seu pai era o deus Ares, o deus da Guerra, que aceitou doar o seu "dom" à mãe de Caleb, com o conhecimento do avô deste. Caleb ficara particularmente feliz por saber que em Spodeth-Alpha existia uma comunidade de vampiros BV. 

Todos começaram a falar ao mesmo tempo, à medida que Garganthis colocava o Comandante Ashtar a par dos mais recentes desenvolvimentos. Não tardou para que este convidasse os Sombras da Luz a partirem para Mystic Love, onde iriam juntar-se à resistência a Seth. Quanto a Mikel, este deveria partir para a 13ª e última dimensão do Universo e encontrar-se com Chibi-Sama, para enfrentar o derradeiro teste. Se o passasse, juntar-se-ia aos restantes Sombras da Luz, depois de visitar o Mestre do Raio Violeta, na Sala Violeta.

Garganthis abriu um portal especial nos céus.


- Boa sorte! - gritaram todos a Mikel, à medida que este voava rumo ao portal.

A viagem de Mikel decorria a uma velocidade diferente de outras que ele fizera. Ele sentia que a pressão aumentava à medida que subia mais e mais, mas também sentia que o seu corpo cada vez ficava mais leve e um sentimento de felicidade permanente indefinido começava a invadi-lo. De repente, uma chama de luz branca surgiu no centro do portal. Ela irradiava intensamente e os seus raios iluminavam todo o portal. Mikel não pôde deixar de reparar que algumas paredes do portal estavam a desfragmentar-se! Se ele não se despachasse, corria o risco do portal se fechar antes dele chegar! Colocando a espada e o último orbe junto a si, ele aumentou  a velocidade e por fim, chegou ao seu destino.  

Ele imaginava que Chibi-Sama vivesse num local divino e sagrado, com coros de anjos a cantar para ele. Assim, quando Mikel chegou e deu de caras com um local árido, com uma estrada a perder de vista e o céu a mudar constantemente de aparência, não pôde deixar de ficar surpreendido!

    
- Sê bem-vindo, amado Mikel! Sê bem-vindo à minha casa! - exclamou uma voz cansada.

Mikel olhou para todos os lados. Não via ninguém. Virou-se. Ao olhar com mais atenção, apercebeu-se de um senhor baixinho, com um cabelos e barba enormes, grisalhos, que se confundiam com os rochedos de onde surgira a figura.

- Foi o senhor quem falou? - perguntou Mikel, aproximando-se com reverência.

- Eu sou Chibi-Sama, amado Mikel! - respondeu o senhor. - Congratulo-te por teres reunido os 7 Elementos que proporcionaram a criação do Universo, há muitas luas atrás. Se te enviaram à minha presença, sabes o motivo pelo qual estamos a ver-nos.

- Garganthis disse que teria de passar um teste imposto por si, Chibi-Sama. Ele disse que teria de vencer a escuridão do meu coração e conquistar a minha verdadeira coragem, antes de partir para o confronto com o Imperador Seth.

Chibi-Sama sorriu bondoso. Acenando com a cabeça, respondeu:

- Ele estava certo. Não foi fácil teres chegado até aqui, Eu tenho plena consciência disso. Não era suposto ninguém reunir todos os Elementos. Uma vez que os tenhas activado, o Universo entrará em risco de ruptura total, sabes? Infelizmente, não existe outra solução para travares o Imperador Seth. Ele uniu-se a Thanatos, a Morte Personificada* e juntos procuram criar um novo universo, com o poder que está no subsolo de Spodeth-Alpha.

* Nota do Autor - [ver "Vírgulas do Destino: A Vingança"]

- Mas... Como? Não é objectivo do Imperador Seth unir-se ao deus Seth?

- Esse é mais um passo rumo ao objectivo final, sabes? O Imperador Seth precisa não do seu ascendente, o próprio deus Seth, mas sim do poder que existe no coração da Estrela-Planeta Spodeth-Alpha. É lá que deixei o fogo da criação. O poder que permite criar e dar vida.

- Chibi-Sama... O senhor sabia que o universo corria o risco de acabar, certo? Se sabia disso, porque deixou que a situação chegasse a este extremo?

Mikel ficou corado como um tomate e levou as mãos à boca. Ali estava ele, na presença do Criador e criticava a forma como este conduzia os destinos do Universo. Chibi-Sama fez um carinho no rosto de Mikel e riu-se, dizendo:

- Um dia, amado Mikel, tu saberás esse motivo. Já chega de conversa. Estás preparado?

Mikel levantou-se. Fungou e concentrou-se. Decidido, respondeu:

- Sim estou!

- Óptimo! Segue em frente, por esta estrada e daqui a pouco saberás o que vais enfrentar! Só posso esperar que consigas superar esta prova. Até já!

Obedecendo ao que lhe fora dito, Mikel seguiu pela estrada. O ar estava confortável, nem frio, nem quente. Não havia vento.Não havia animais. Só aquela paisagem que lhe fazia lembrar um deserto rochoso e a estrada. Ele andou. andou, andou. Olhava para o céu, que continuava a mudar de aparência de forma contínua.

De repente, um relâmpago surgiu do nada e caiu à frente dele. Uma figura surgiu. 

- Tu és eu. Eu sou tu... - sussurrou a voz, ainda oculta numa ténua leve que emergira do chão.

- Quem és tu? - perguntou Mikel, a medo. A calma daquela voz, tão idêntica à sua, assustara-o mais do que todos os desafios que havia enfrentado até aquele momento.

- Eu sou tu. Tu és eu... - sussurrou a voz novamente, dando um passo em frente e desembainhando uma espada.

- Não pode ser! - comentou Mikel, quando se apercebeu quem era a figura que finalmente se tornara bem visível. Era um ser semelhante a si, mas todo vestido de negro. Uma personificação da sua própria sombra.

- Sim! Eu disse-te! - respondeu a voz. - Eu sou tu e tu és eu, Mikel! Eu sou a tua Escuridão! Eu sou o Dark Mikel!

- O que queres de mim?

-  Eu vim propôr-te um acordo. Vamos unir-nos e lutar contra o maldito Seth! Juntos seremos invencíveis, agora que juntaste todos os elementos! - exclamou Dark Mikel, com um sorriso aberto.

- E porque me juntaria eu a ti? Aliás, de onde é que tu vieste? - inquiriu Mikel.

- Eu sou tu. Tu és eu. Já te disse isso. Sou um pedaço de ti. Aquele onde reside a tua escuridão. A Escuridão pode existir sem a Luz! Junta-te a mim e eu farei de ti o maior líder que Spodeth-Alpha conhecerá! Comigo, vencerás Seth sem problemas! - declarou Dark Mikel, bastante animado com o seu próprio discurso.   

- E se eu recusar?

- Nesse caso, meu caro Mikel... Não terei outro remédio a não ser derrotar-te!

Mal acabou de dizer estas palavras, Dark Mikel e Mikel iniciaram o combate. Ambos cruzaram espadas um contra o outro. Mikel ficou surpreso com o poder que a sua própria escuridão tinha. Dark Mikel, por sua vez, largou o tom jocoso e bem-humorado com que tinha começado a conversa, dando lugar a um rosto mau e cruel.

- Tu não podes vencer-me, Mikel! Tu não tens hipóteses sem mim! Tu precisas de mim! - gritava Dark Mikel, entre espadadas.

- Enganas-te, Dark Mikel! Eu acredito em mim! Eu tenho plena consciência dos meus limites! Já vivi muito tempo nas trevas! Agora... É tempo de eu regressar à luz!! - gritou Mikel, sentindo uma forte energia a brotar do seu coração.

Desviando-se de uma espadada traiçoeira, Mikel virou-se e tocou com a sua espada no peito de Dark Mikel. Tudo parou por momentos. Dark Mikel e Mikel trocaram olhares intensamente. Dark Mikel deixou cair a espada, sorriu e acenou com a cabeça. Com um uivo, Dark Mikel desvaneceu-se em fumo e despareceu. Quanto a Mikel, olhou para todo o lado, confuso. Teria acabado a batalha?

- A resposta é sim! Tu venceste as trevas no teu coração! - congratulou-se Chibi-Sama, que apareceu do nada.

- Assim? Tão rápido? - perguntou-se Mikel, surpreendido.

- A tua demanda começou há já muito tempo, amado Mikel! Em boa verdade te digo: já poucas dúvidas restavam no teu coração. Tu expressaste o que realmente desejas para ti, mostrando também a tua humildade, sabendo que vais partir para um combate que não tens certezas de vencer! Mas ainda assim, tu queres descobrir se consegues! É aí que reside a tua verdadeira coragem! Nesse misto de amor, humildade, no bem que pretendes alcançar e na luz que sabes que podes trazer não só à tua terra natal, Spodeth-Alpha mas também a todo o universo!

Mikel corou, envergonhado. Detestava sentir-se na berlinda.

- Como conseguiste superar a escuridão no teu coração, passaste o teste! - exclamou Chibi-Sama, bastante satisfeito e movendo-se com uma agilidade surpreendente para alguém tão idoso. - Empresta-me a tua espada!

Estranhando o pedido, Mikel olhou confuso para Chibi-Sama, mas aceitou o pedido. Este, por sua vez, embutiu dois orbes na espada.

- Estou a colocar-te o orbe da Luz e o orbe da Escuridão! Quando o Mestre do Raio Violeta embutir o 7º Elemento, a tua espada será re-energizada totalmente! Atingirá todo o seu potencial! 

Chibi-Sama entregou a espada a Mikel! Este ficou surpreso com a leveza que a espada obtivera e com o brilho que emanava dela!

- Antes de partires, amado Mikel, entrego-te a última runa do teu nome divino. Faz bom uso deste nome, mas lembra-te: só o podes pronunciar uma vez. Boa sorte! Aconteça o que acontecer, tudo acontecerá conforme o previsto! - rematou Chibi-Sama, entregando uma runa com a letra "I" a Mikel e empurrando-o para um portal.

- Chibi-Sama!  gritou Mikel, admirado pela despedida súbita. Obrigado!!

A viagem de regresso à nave Akithran foi tão rápida que nem deu tempo para Mikel pensar em nada. Mal aterrou dentro da nave, tratou de correr à procura da Sala do misterioso Mestre Violeta, a fim de receber o último ensinamento e que este lhe colocasse o 7º Elemento na espada. Pelo caminho Mikel cruzou-se com Hórus, que vinha a correr na direcção oposta.

- Mikel! Mikel! Estava a ver que não te encontrava! - respondeu este, animado por rever o filho.

Já Mikel não estava contente com o que descobrira sobre o pai. De imediato, sentiu uma raiva surda crescer dentro do seu peito.

- Podias ter dito toda a verdade, Hórus! Porque me escondeste que és pai do Razor também?

- Eu sou pai de quem?! - indignou-se este.

- Do Razor, aquele rapaz que é cavaleiro de Spodeth-Alpha. Não andaste metido com a Ártemis? Ela é a mãe dele!

De repente, a deusa Ártemis apareceu na frente dos dois. Baixando a cabeça envergonhada, fez uma vénia a Mikel e disse:

- O Hórus não sabia de nada, Mikel. Ele não sabia que tinha mais filhos. Eu fiz de propósito para engravidar do Hórus, mas ele desconhecia isso. Se tens de julgar alguém, julga-me a mim.

Mikel olhava para Hórus e para Ártemis. Não sabia oque dizer. Ficou triste consigo próprio por ter respondido de forma agreste a Hórus. Ao ver Ártemis assim, curvada perante ele, a sua raiva desvaneceu-se.

- Desculpem-me. Não me queria exaltar. - declarou, fazendo uma vénia aos dois.

- A culpa é minha, Mikel. Eu sabia que Hórus e eu só estávamos a viver uma fase. Nem ele, nem eu, queríamos algo sério. Só que eu... Bom, eu acabei por me apaixonar por ele. E ter um filho dele tornou-se um desejo profundo. Mas o meu orgulho impediu-me de dizer a Hórus que o amava naquela altura. Assim, acabei por ter um filho dele, sem que ele soubesse. - sussurrou Ártemis.

- Tu estavas apaixonada por mim, Ártemis?! - a indignação de Hórus crescia à medida que este falava. - E eu que gostei de ti durante tanto tempo! Tanto, que acabei por desistir de ti...

- Eu sei disso... Mas no fundo, ambos sabemos que foi melhor assim... Vivemos o que tínhamos para viver e agora temos uma recordação desses tempos. Quanto a ti, Mikel... Boa sorte! Cuida bem do Razor, pois o derradeiro teste dele, começará com o vosso regresso a casa! - rematou Ártemis, desaparecendo.    

Mikel abraçou Hórus e uma vez mais pediu desculpas. Este beijou-o e abanou a cabeça com um sorriso.

- Não precisas de te desculpar! Senta-te no meu colo, vou levar-te à sala do Violeta!

Num ápice, os dois desvaneceram-se e no instante seguinte, estavam à porta da Sala Violeta, onde encontraram o último Mestre Ascenso.

- Bem-vindo, amado Mikel! Garganthis já nos colocou a par de tudo! Se aqui estás, superaste a última prova! Entra!

Hórus despediu-se de Mikel, dizendo que partiria ao encontro dos restantes deuses que iriam ajudar no combate em Spodeth-Alpha. O Mestre da Sala Violeta era uma figura imponente. Com uma veste violeta, por fim tirou a máscara. Era um homem, com cabelos ruivos e barba ruiva, que não teria mais do que 40 anos. A sua pele era clara e os seus olhos eram cinzentos. ERa dos homens mais bonitos que Mikel alguma vez vira! Ele olhou para rosto dele e ficou curioso. O rosto não lhe dizia nada, mas ele sentia que aquela energia era estranhamente familiar. Lendo-lhe os pensamentos, o Mestre da Sala Violeta afirmou:

- É perfeitamente natural que sintas isso, amado Mikel. Esta energia é a tua energia. Tu pertences ao núcleo da Chama Violeta, o 7º Raio. O raio da Transmutação.

Mikel olhou à sua volta. A sala de Violeta era muito parecida com todas as salas por onde passara, com a exceção de um cristal violeta que brilhava no centro da sala. 

- Eu sou o Mestre Saint Germain! Quando estás na tua forma arcangélica, tu és o Arcanjo Ezekiel! Na tua forma divina, tu és o Arkanjo do Livre-Arbítrio! Que alegria para mim finalmente rever-te, após tanto tempo! 

O Mestre Saint Germain aproximou-se de Mikel e abraçou-o, para grande surpresa deste. Mikel de imediato abraçou aquele ser, sentindo uma poderosa energia a percorrer todo o seu corpo. Deixaram-se estar assim algum tempo. De repente, Saint Germain pediu a espada de Mikel e quando este lha entregou, junto com o 7º Elemento, este de imediato embutiu-o na espada, fazendo com que esta lançasse um silvo e desaparecesse num clarão de luz.  

- Hey! A minha espada! - gritou Mikel.

Momentos depois, o clarão de luz desvaneceu-se e uma nova espada caiu aos pés de Mikel. Tinha mudado de aparência. Em tom platinado e mais comprida que a anterior versão, todos os orbes agora pareciam alinhados ao longo da lâmina, junto com os dois últimos orbes, ofertados por Chibi-Sama, que estavam na base da mesma. A espada emitia um brilho verde-esbranquiçado e quando Mikel pegou nela, esta soltou um novo silvo. Mais admirado ficou quando ao manejá-la, se apercebeu que ela estava mais leve do que alguma vez estivera, lançando um espectro de luz por onde passava.

- Finalmente a espada Sombras da Luz está totalmente energizada! - exclamou Saint Germain com um grande sorriso. - Que feito esplêndido para um jovem como tu! Aqui, na minha sala, aprenderás a última lição, à qual daremos início imediatamente!      

- O que vou aprender consigo, Mestre? - perguntou Mikel, sentando-se no local que Saint Germain lhe indicara, junto do cristal violeta.

- Aqui vais aprender sobre o Atma. O Atma é o Absoluto, a nossa Essência Divina, o nosso Eu Individual.

Fascinado com a lição que iria ter, Mikel escutou toda a lição com relativa atenção. Os seus pensamentos já estavam centrados no regresso a casa, no reencontro com Seth e na batalha que iria ter com ele. Por sua vez o Mestre Saint Germain não fez nenhum reparo, dando a sua lição até ao fim. ele sentia a excitação de Mikel pelo regresso a Spodeth-Alpha. Quando a aula terminou, trocaram um abraço sentido. O Mestre do Raio Verde e a Mestra do Raio Rosa entraram na sala do Raio Violeta, congratulando Mikel pela sua façanha. Os 3 Mestres Ascensos sorriram para Mikel e disseram:

- Nós vamos partir contigo para Spodeth-Alpha. O destino do universo inteiro é agora um fardo que todos partilhamos contigo!

E assim, Hilarion, Nada e Saint Germain abriram um último portal, onde entraram na companhia de Mikel.


Quando saíram do outro lado do portal, Mikel correu para os braços dos amigos! Em Mystic Love, local onde se encontravam, tudo estava pronto para partirem! Largas centenas de seres, entre deuses, seres alados, guerreiros de todas as tribos que viviam em Spodeth-Alpha, todos aguardavam o sinal que seria dado por Mikel! Este foi ter com Krissie, Alexandris e Rain, que tinham preparado um cavalo para Mikel.

- Está tudo pronto, senhor! - declarou Krissie, orgulhosa.

- Partamos então! - exclamou Mikel, subindo para o cavalo que Krissie lhe entregara e levantando a mão.

E assim, todas as criaturas partiram a grande velocidade, rumo ao local mais setentrional de Spodeth-Alpha, onde se situava o castelo do Imperador Seth. Enquanto isso, no castelo, Seth já sabia que um exército vinha a caminho para o enfrentar. Deliciado por finalmente a sua Espada Sombras da Escuridão se encontrar no máximo da sua força, só lhe faltava concretizar um objectivo. Mandou chamar Kyle e a Rainha Elinee, informando-os que Mikel estava a algumas horas de chegar até eles. Em seguida, ordenou a Milk e aos seus filhos que colocassem as tropas estrategicamente nos limites da zona do castelo.

Não demorou muito para que Mikel e as suas tropas chegassem até aos campos que rodeavam o castelo. O céu escureceu. Ambos os exércitos começaram a bater-se entre si. Centenas de seres combatiam, ferozmente. As espadas eram brandidas furiosamente umas contra as outras. Alguns, como Razor, sacavam das suas flechas e lançavam-nas contra os adversários. Os cavalos galopavam enraivecidos, relinchando de dor aos serem postos uns contra os outros. Os campos, outrora verdes e pacíficos, rapidamente tornaram-se num campo sangrento e de guerra. Devido à presença de Thanatos, os soldados de Seth tinham força sobre-humana, o que fazia com que ambos os exércitos tivessem forças idênticas. Lutaram e guerrearam durante horas, havendo perdas enormes em ambos os lados. Mikel, por sua vez, procurava desenfreadamente pelo Imperador Seth. Este parecia não ter-se juntado à batalha ainda. Decidido, atacou quem se aproximava dele com más intenções e continuou, decidido, rumo ao castelo. 

Nos confins do castelo, já na companhia dos companheiros Sombras da Luz, Mikel enfrentou e derrotou Milk. Razor derrotou os irmãos, enquanto Caleb, Rain, Alexandris, Krissie e Titus enfrentavam juntos a maior horde de cavaleiros que surgiu após a queda dos filhos de Seth. Mikel atravessou os jardins do palácio e entrou no castelo, que outrora pertencera ao seu pai adoptivo, o rei Gallanos. Galgueou escadas e percorreu várias salas, até chegar à Sala do Trono. 

Ao chegar lá...

- Bem, bem, bem! Vejam só quem apareceu! - exclamou o Imperador Seth, sentado no trono real, olhando para Mikel com desdém. Ao lado dele estavam a Rainha Elinee e Kyle, que não conseguiu conter a emoção ao rever Mikel!

- Mikel! Irmão!! - gritou, correndo para os braços de Mikel.

- Kyle! Finalmente! Como estás tu, pequeno?

- Isto tem sido tão difícil! Mas finalmente vai acabar tudo! Tens de derrotar o Imperador Seth, caso contrário... Ele vai destruir o universo inteiro! - rematou Kyle, levando um safanão de Seth, que se colocou na frente de Mikel.

- Chega de lamechices! - exclamou Seth. - Mikel, congratulo-te por teres chegado até aqui! Mas ficas já a saber! Daqui não passarás! Prepara-te para morrer, tendo a tua mãe como testemunha!

- Mikel! Por favor derrota este demónio! - exclamou a Rainha Elinee, entre soluços.

Seth e Mikel desembainharam as espadas e começaram a golpear-se entre si. Ambos concentraram-se ao máximo. As espadas vibravam intensamente, o que fazia Mikel sentir-se inseguro. Ele não estava habituado a conter tanta energia! Seth, por sua vez, parecia maravilhado ao ver o pleno potencial da sua espada!

- Que maravilha! Vou derrotar-te e abrir com a tua espada o selo que permitirá ao deus Seth regressar! Aliado a ele, eu serei indestrutível! Ah ah ah ah ah ah!

- Tu não me podes vencer, Seth! - respondeu Mikel, entre espadadas. - Sou eu quem te vai vencer! E não vou permitir que faças o deus Seth regressar!

- Isso é o que veremos! - gritou Seth, lançando uma esfera de energia contra o peito de Mikel, fazendo-o tombar para o lado. 

O Imperador Seth correu para detrás do trono real, encostando-se a ele. Não esperava que Mikel estivesse tão forte e conseguisse manejar tão bem a espada! Mas, pior do que isso, foi a terrível sensação que o invadiu....

- "Não! Isto não pode acontecer agora!" - pensou para si próprio.

O corpo de Seth começou a escamar todo. Aquilo só podia significar uma coisa. Estava a atingir o limite que aquele corpo podia suportar. Olhando em volta, viu Razor, Caleb, Titus, Alexandris, Krissie e Rain a aproximarem-se, de espadas em riste. Não lhe restava muito tempo. Tinha de agir. Olhou para Kyle, que ainda se encontrava a recuperar do safanão que ele lhe dera. Ele seria o seu novo receptáculo! Todos se aperceberam que Seth estava a ficar mais fraco, mas este não se deu por vencido.

- Vocês podem achar que eu estou a fraquejar, mas isso é apenas uma ilusão! - gritou Seth, aproximando-se de Kyle.

- O que queres? Sai daqui! Afasta-te! - gritou o rapaz, empunhando o Tridente de Neptuno, que surgiu do seu lado.

- Tu vais ser o meu novo corpo! Este corpo já não aguenta mais! Preciso de um novo corpo! Dá-me o teu corpo, miúdo! - ordenou uma voz ensurdecedora e gélida, que fez todos arrepiarem-se de medo.

- Razor! Caleb! Ataquem pela esquerda! Temos de lhe cortar a cabeça! - gritou Mikel, aproximando-se de Seth.

- Não me conseguirás deter, Mikel! Não quando eu estou tão perto de atingir o meu objectivo final! - gritou uma criatura imponente, com cara de gato, saindo do corpo morto do Imperador Seth, que tombou inerte para o lado.

- Pai! - gritou Razor, abraçando Seth. - Pai!!

- Ah ah ah ah! Ele serviu-me bem, esse maldito idiota! Eu sou Thanatos! E vou finalmente destruir-vos a todos, assim que me apoderar do corpo do Filho de Neptuno! Ele será o meu novo receptáculo! Uma criatura nascida nas Sombras da Luz e da Escuridão! É o ser perfeito para me acolher! Prepara-te Kyle, vou te dar a maior das honras! Quanto a vocês... Todos vocês vão assistir ao fim deste maldito universo criado pelo Chibi-Sama! 

A criatura lançou um novo ataque com a sua espada e desta vez uma rajada de vento maléfico saiu pela lâmina, atingindo todos os presentes, que foram de encontro à parede da sala. Rindo-se malevolamente, Thanatos aproximou-se de Kyle e esfumando-se, entrou pela boca deste. Completamente renascido, Thanatos ergue-se.  

- Que maravilha! Este corpo é perfeito! Nunca me senti tão bem nestes milénios todos! - exclamou.

- Não! Kyle! Não tens o direito de fazer isso! - gritou Mikel, enraivecido.

- Quem pensas que és para me dizer o que posso ou não posso fazer, Mikel?!? Eu sou Thanatos! Eu dominarei tudo! Vou recriar o universo à minha maneira! Eu...

Thanatos calou-se. Os seus braços ficaram imobilizados no ar. Todos levantaram a cabeça, surpreendidos. Uma voz ténue falou:

- Mikel? Consegues ouvir-me? Daqui é o Kyle!

- Kyle? Estás bem?

- Eu... Eu não tenho outra hipótese... Eu posso travar Thanatos! Para tal... Tenho de me despedir de vocês agora... Príncipe Titus? Adorava ter-te conhecido mais cedo, noutras circunstâncias... Perdoa-me por tudo o que fiz... - sussurrou. 

- Kyle! Não faças isso!- gritaram Mikel e Titus, apercebendo-se do que que Kyle se preparava para fazer! - Kyle!

Kyle sorriu e pegou no seu tridente, espetando-o em cheio no seu coração uma vez. O sangue começou a jorrar intensamente. Thanatos gritou furioso, tentando dominar o corpo onde se alojara. Kyle voltou a levantar o seu tridente, espetando-o no pescoço, de um lado ao outro, caindo em seguida no chão, morto.

- Não!!! - gritaram todos, horrorizados!

Uma explosão de luz ocorreu e fez o corpo de Kyle desvanecer-se em seguida, tornando-se pó de estrela. Thanatos surgiu na sua verdadeira aparência, com um olhar encolerizado! Ele era um esqueleto gigante, com umas vestes negras sobre os ombros e um capuz sobre a cabeça.

- Nunca pensei regressar a esta forma... Malditos sejam vocês todos! Dêem-me os vossos corpos, já!!! 

Thanatos pegou na Espada Sombras da Escuridão e lançou ataques contra todos eles, atingindo-os em cheio! Mikel levantou-se ao fim de três golpes, pois Thanatos, com a sua verdadeira forma, movia-se relativamente devagar, já que deambulava suspenso no ar. Ambos empunharam as espadas um contra o outro. Os Mestres Ascensos, os deuses e outros seres divinos chegaram por fim, decididos a ajudar Mikel e os Sombras da Luz! Com um esgar furibundo, Thanatos pronunciava algo numa língua desconhecida. O chão começou todo a tremer, perante o olhar assustado de todos!

- Vocês já me fizeram perder tempo suficiente! Preparem-se para o golpe final, seus malditos!!!

Nos céus, começaram a surgir rachadelas enormes. Começava-se a escutar algo a rasgar-se por todo o lado! A terra tremia vigorosamente, enquanto Thanatos prosseguia com a sua cantilena!

- Oh não! O universo não vai aguentar muito mais tempo! Rápido! Mikel! Tens de lançar-lhe um raio de luz com toda a tua convicção! - gritou o Mestre do Raio Violeta, juntando-se aos restantes Mestres Ascensos, que se uniram para enviar escudos de energia para todos os guerreiros.

- Não vai conseguir vencer-me, seu idiota! Tu não tens hipóteses contra mim! - gritou Thanatos, lançando um octaedro de energia negativa contra Mikel que levantou a espada, com o objectivo de repelir aquele ataque!

Ao ser atingida por aquele octaedro, Mikel sentiu a espada Sombras da Luz a vibrar e zunir intensamente e de repente, ela desfez-se em pedaços! Mikel desviou-se, surpreendido, à medida que o octaedro atingiu por fim o chão da sala, provocando uma grande explosão!

- Ah ah ah ah ah! Finalmente! Seth será libertado e juntos, destruiremos tudo! Perdeste Mikel! Prepararem-se para morrer, todos vocês! - gritou Thanatos, enquanto Mikel caía, derrotado!

Uma gigantesca brecha irrompe da terra e um clarão de luz negra atinge os céus, provocando uma enorme cratera no céu, provocando um buraco negro, que começa a sugar tudo! Os Sombras da Luz agarram-se uns aos outros, os Mestres Ascensos e os deuses começam a invocar todo o seu poder e Krissie grita do ar, dizendo:

- Príncipe Mikel! Não se esqueça da sua missão!

Mikel recorda-se que ainda possuí as runas na sacola. As runas que são a chave para o seu nome divino. Ele abre a sacola e lê as letras que recebera, por fim!

- Eu sou Shirayuri, o Arkanjo do Livre-Arbítrio! - exclamou, decidido!

Todo o seu corpo brilha intensamente, nas sete cores do arco-íris. Um par de asas gigantes surge nas suas costas, brilhando nos mesmos tons! Porém, ao fazer aquilo, dá-se uma nova explosão seguida de um clarão e de um som indescritível!

- Não! Não podemos perder agora! - gritou Mikel, mas era tarde demais!

Olhou para os lados e viu que um a um, todos os seus companheiros se convertiam em pó de estrela. Thanatos e Seth haviam-se unido e espetaram a espada Sombras da Escuridão no peito de Mikel. Espantados, deram por si a desfazer-se em pó de estrela, assim como Mikel, acabando com todos a desvanecerem-se e a serem sugados pelo buraco negro, que destruiu Spodeth-Alpha e consequentemente, todo o universo.

[Continua...]

No próximo domingo, dia 25 de Dezembro, às 00 horas:

Sombras da Luz: Entardecer, Capítulo 10:
Para Além da Luz! Para Além da Escuridão! 
Sombras da Luz Para Sempre! [Último Capítulo] 

Comentários

  1. Bem elaborado. Que imaginação profícua esta tua! Wow.

    um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Awww Mark! Sempre tão simpático!
      Obrigado! ;)

      Abraço :3

      Eliminar

Enviar um comentário

Olá! O teu comentário é sempre bem-vindo!
Comenta, opina, expressa a tua opinião! Este espaço é teu!

Se quiseres contactar connosco, envia-nos um email para:

entrelinhasdirecionadas@outlook.pt

Esperemos que tenhas gostado do blog e que voltes sempre!

Mensagens populares deste blogue

Sexo oral. Porém escrito!

Projecto "Baleia Arco-Íris" [Update]

Animal X Animal