Sombras da Luz: Entardecer, Capítulo 10 [PT] [FINAL]

Capítulo 10: Para Além da Luz! Para Além da Escuridão! 
Sombras da Luz Para Sempre! [Último Capítulo]



- Onde estou eu? - perguntou Mikel, sentindo que estava a despertar de um longo sonho.

- Finalmente acordaste, Shirayuri! Ou deverei continuar a chamar-te de Mikel? - perguntou uma voz cristalina.

Mikel levantou-se e olhou à sua volta. Ele tinha corpo e tinha asas arco-íris. Estava num sítio completamente despojado de nada! Para onde quer que olhasse, só via um branco imaculado! Não existiam formas, para além da dele e a de um rapazinho loiro, pequeno, que olhava para ele com um grande sorriso na cara.

- Quem és tu? Onde estamos nós? - perguntou.

O rapazinho deu um passo em frente e respondeu:

- Eu sou o verdadeiro Chibi-Sama! Por fim, eu e tu conhecemo-nos! Quanto ao local onde nos encontramos, nós estamos no Vazio Primordial, o Guph! Esta é a não-existência! Sabes? O Thanatos conseguiu o que pretendia. O universo já se encontrava instável, devido aos recentes acontecimentos. As cordas espácio-temporais que sustentavam o universo já estavam muito frágeis, quando os ataques das vossas espadas, a Sombras da Luz e a Sombras da Escuridão, acabaram por provocar o Destrudo, uma energia que emerge da Morte e que acabou por destruir tudo o que existia.
 
- Então... Estás a dizer-me que a culpa do universo ter sido destruído foi minha? E agora? - indignou-se Mikel. - E se tu és o verdadeiro Chibi-Sama, quem era aquele velhinho que me acolheu quando fui à 13ª Dimensão?

Chibi-Sama sorriu.

- Era uma ilusão que criei para ti. Desde o evento que ocorreu no Jardim dos Deuses* que eu desapareci. Só que ninguém sabia aonde é que eu me tinha escondido! Escondi-me num local bem especial, há muito tempo atrás, quando tudo isto começou.

* Nota do Autor - [ver "Sombras da Luz: Despertar"]

- E que local foi esse? Aonde te escondeste tu? E porquê que não ajudaste ninguém? Porque deixaste que o universo fosse destruído? - perguntou Mikel, exasperado.

Suspirando, Chibi-Sama prosseguiu.

- Eu escondi-me dentro do teu coração. Lembras-te quando o teu amigo Mark se casou com Thiago em Sevilha? Do acontecimento que se seguiu a esse?*

* Nota do Autor - [ver "Vírgulas do Destino: Prisioneiros do Amor"]

Mikel lembrou-se de imediato daquele dia. Sim, tinha sido nesse dia que ele tinha voltado a ver Ángel no cemitério de Barcelona, quando fora lá deixar o ramo que Mark e Thiago lhe tinham dado. E Ángel entrara em si... Após ele cantar a canção que tinha criado para ele...

- Não me digas que... - começou Mikel.

- É isso mesmo! - exclamou Chibi-Sama. - Era eu! Disfarcei-me do Ángel porque ele ficou preso no Jardim dos Deuses! Eu precisava de um refúgio. Não podia deixar que me capturassem ou eu estaria a condenar o universo inteiro nesse mesmo instante! No entanto, eu só poderia entrar no teu coração, meu querido Shirayuri, caso o teu coração estivesse cheio de amor. E ao cantares a canção que criaste para o Ángel, o teu coração encheu-se de saudades e de amor, pelo rapaz que mais amaste na tua vida!

Mikel começou a chorar, emocionado.

- Se eu não tivesse feito isso, nem eu teria sobrevivido ao Cataclismo Final! O Destrudo possuí uma energia tão forte, que nem eu tenho controlo sobre ela! Eu teria sido reduzido a pó de estrela e depois a nada, tal como todo o Universo foi! - concluiu Chibi-Sama.

- Mas, como pode um poder assim ser tão forte? - perguntou Mikel.

- O Destrudo é um poder que está para além da Luz e para além da Escuridão. Esse poder era o poder que Thanatos procurava alcançar, desconhecendo o perigo que engloba esse poder, já que, como vês, esse poder reduziu o universo à não-existência. Quando a Terra foi destruída em todas as dimensões e realidades, foi o prenúncio do fim. Esta energia, o Destrudo, existe desde os Princípios dos Tempos. Trata-se de uma energia que existe já ainda antes de eu próprio ter sido criado! Antes de mim, só existia a não-existência! A não-existência é composta pelas energias do Eros, a energia da Criação e o Destrudo, a energia da Destruição. Elas deram forma à Sopa Primordial, da qual eu nasci. Todo este poder que nos envolve manteve-se adormecido desde então, embora estivesse num estado de alerta. Com a expansão do universo, a criação de novas realidades, a criação de realidades alternativas, a criação das camadas dimensionais, a criação do Espaço e do Tempo e as elevações quânticas do Planeta Terra, o Planeta da Aprendizagem - tudo isso contribuiu para o despertar gradual dessas energias que são, fundamentalmente, o Tudo e o Nada. O Começo e o Fim.
 
- Caramba! - comentou Mikel, abismado!

- Estas forças estão para além dos meus limites. Embora eu possa dominar o Eros, não tenho grande poder sobre o Destrudo. Ele é muito forte e poderoso, porque alimenta-se da Escuridão, do Medo, da Tristeza, das energias negativas e claro, de corações que vivam sem Amor.
 
- E porque tive eu de partir nesta demanda, Chibi-Sama? Porque tiveste de tornar tudo isto tão difícil? - perguntou Mikel, levantando-se e apercebendo-se que podia caminhar em qualquer direcção possível, uma vez que naquele local não existia física.

Chibi-Sama respondeu:

- Quando eu criei o Universo e tudo o que lá existia, eu criei-o à minha imagem. Fi-lo perfeito. Pelo menos, pensei eu que sim... Mas... Abdiquei do meu livre-arbítrio para criar o Universo! Abdiquei de ti, Shirayuri...
 
- Então, Chibi-Sama, também tu te consideras imperfeito? - inquiriu Mikel, com surpresa.

- Sim, é isso mesmo! -  respondeu a criança, com um grande sorriso. - Eu também, meu querido Shirayuri! Agora, só restamos nós os dois... Temos oportunidade de começar tudo de novo.

- Estás a querer dizer-me que... Tu deixaste o universo ser destruído com a finalidade de...?

- E porque não? O Princípio e o Fim são a mesma coisa. Não existe um verdadeiro Princípio e um verdadeiro Fim. Tudo é contínuo! O Fim dará lugar a um novo Começo e Vice-Versa! Esse é o verdadeiro significado da Eternidade!

- Se tu o dizes... - comentou Mikel, rindo-se.

Chibi-Sama aproximou-se de Mikel e com um ar sério, disse:

- Desta vez, eu quero fazer as coisas de forma diferente, Shirayuri. Eu aprendi com os erros que cometi. Se estiveres disposto a isso, criaremos um novo universo.

- Criaremos? - perguntou Mikel, perplexo. - Como?

- Eu criarei, com a energia que me resta, um novo universo. Não à minha imagem, mas à tua, Shirayuri... Por isso será um universo criado pelos dois.

- Estás a falar a sério? Mas isso é uma loucura! Se o universo for criado à minha imagem, ele vai ser horrível! Eu não sou perfeito, Chibi-Sama! - resmungou Mikel.

- Será um universo conduzido pelo teu poder. Um universo conduzido pelo livre-arbítrio, Shirayuri... Um universo onde todos os seres que existirem, terão de ter a plena consciência dos seus actos, já que cada acto conduzirá a um efeito. Pode até não ser um universo perfeito, como tu mesmo dizes. Mas, pelo menos, será um universo mais justo! - rematou Chibi-Sama.

- Tens a certeza disso? Tens a certeza de que será um universo mais justo?

- Absoluta, meu amado Shirayuri! Todos os seres saberão que eu e tu deixamos de existir a partir do momento em que tudo for novamente criado! E assim, acabar-se-ão as guerras e os massacres em meu nome! Shirayuri, estás disposto a isto?

- Eu vou morrer definitivamente, não é? - perguntou Mikel com lágrimas a brilharem nos seus olhos.

- Tens sido tão corajoso! Morreremos os dois, Shirayuri! Se te servir de consolo, pelo menos daremos uma nova oportunidade a todos os seres que desejarem regressar à vida!
 
- E eu finalmente ficarei junto do Ángel e do nosso filho, Renge... - rematou Mikel, abraçado-se a Chibi-Sama a chorar.

- Estaremos todos juntos, meu querido! Farei com que todo o universo se relembre para sempre deste momento! O momento em que tudo recomeça! - concluiu Chibi-Sama, abrindo os braços e começando a concentrar a sua energia.

A Espada dos Sombras da Luz e a Espada dos Sombras da Escuridão surgiram à frente de Chibi-Sama. Este, com o seu poder, uniu-as. Mikel, por sua vez, pronunciou bem alto o seu nome divino. Ao fazê-lo, as suas asas cresceram exponencialmente. Todo o seu corpo foi iluminado por uma intensa luz dourada, que se sobrepôs às 7 cores do arco-íris que as suas asas tinham. Chibi-Sama abraçou Mikel e este correspondeu, abraçando-o também. Chibi-Sama pegou na espada e espetou-a no corpo de Mikel, enquanto este fazia o seu último pedido, murmurando:

- Que o novo universo seja um local cheio de Amor e de Gratidão! Que seja um local mais justo e todos os seres aproveitem o melhor que puderem o seu livre-arbítrio e o extraordinário poder que ele possuí!

Chibi-Sama trespassou o seu próprio corpo e concluiu:

- Que assim seja feito!

Os corpos de Mikel e Chibi-Sama ergueram-se no ar e de repente, explodiram nas 7 cores do arco-íris! Esta explosão provocou um efeito semelhante ao Big Bang. A Espada Elementar, junção das Espada Sombras da Luz e Espada Sombras da Escuridão desfez-se durante a explosão, junto com os 9 elementos que compuseram a criação do universo.




Todos os deuses, seres alados e seres divinos que tinham participado na batalha contra o Imperador Seth em Spodeth-Alpha estavam reunidos, junto de Krissie, a Rainha Elinee, Alexandris, Rain, o Príncipe Titus, o Príncipe Kyle, Razor e Caleb. Olhavam em volta, tocando nos seus corpos, admirados e muito emocionados! Uma mulher de longos cabelos vermelhos irrompeu do meio da multidão e criou uma fogueira.
 

- Vesta! Vesta! Voltaste! - gritavam os deuses, muito felizes.

Vesta falou.

- Todos nós tivemos a oportunidade voltar, meus queridos! Aqui estamos nós, em Spodeth-Alpha, o berço do Universo! Chibi-Sama e Mikel Shirayuri sacrificaram-se por todos nós! Eles deram as suas vidas e o seu poder divino para que todos nós pudéssemos regressar! É com muita alegria que vos saúdo a todos, meus amados irmãos!

Estas palavras foram recebidas pela multidão com grande aparato! Os 7 Mestres Ascensos aproximaram-se de Vesta, na companhia do Comandante Ashtar e disseram:

- Uma nova era acaba de começar! Que saibamos usar da sabedoria, aprendamos com os erros que cometemos outrora e que vivamos a vida que temos pela frente, o melhor possível! Não existirão outras vidas nem dimensões! Saibamos manter o respeito mútuo entre todos e respeitar a liberdade individual de cada um, com as nossas escolhas!

- Que assim seja! - gritou toda a multidão, em uníssono, entre palmas!

Vesta aproximou-se dos Sombras da Luz. Razor chorava copiosamente. O Príncipe Mikel tinha sido muito especial para ele. Caleb abraçava-o com carinho, junto dos restantes, que também choravam, mais discretos.

- Vocês, amados Sombras da Luz, conquistaram o meu respeito e profunda admiração. Muito obrigado por tudo o que fizeram! - rematou, fazendo uma vénia, sendo seguida de todos os deuses e consequentemente, de todos os seres que ali se encontravam.

- Não há local no universo que não saiba já de tudo o que se passou! - comentou o Comandante Ashtar, ao abraçar a Rainha Elinee. - A senhora pode ter muito orgulho do seu filho! É graças a ele que todos regressamos!

- Tenho mais orgulho nele do que se possa imaginar, meu senhor! - respondeu a Rainha Elinee, emocionada.

O deus Dioniso virou-se para o deus Hórus, que mirava o horizonte, triste. A dor de perder um filho era indescritível. Um filho que ele amara e o amara a ele de volta? Ainda pior. Dioniso sorriu levemente e deu-lhe uma palmada nas costas.

- Então, pá? Não fiques com essa cara! O teu filho foi um herói! Foi graças a ele que todos regressamos!

Hórus respondeu, ao fim de alguns minutos em silêncio:

- Sabes? Vou partir para a Nova Terra. Olhem, vocês os dois! - gritou para Kyle e Titus. - Vocês não se importam que eu parta com vocês para a Nova Terra? Gostava de criar uma civilização, algures onde era o Egipto... Um local onde eu possa celebrar e honrar o meu amor pelo Mikel!

Kyle e Titus trocaram um beijo e vieram até junto de Hórus.

- Seria uma honra! - responderam os dois, com um grande sorriso. - Toda a ajuda será bem-vinda!

- Então eu também quero ir! - respondeu logo Dioniso. - Quero criar um novo Olimpo, pode ser?

- Eu se fosse a vocês, só o deixava ir se ele prometer não andar a meter-se com todos os "gajos podres de bons e giros" que existam na Nova Terra! - comentou Hórus, provocando a gargalhada geral.

- Combinado! Só alguns! - rematou Dioniso, abraçando Vesta e Gaia, que entretanto surgiram junto deles.

- Mãe! - exclamou Titus. - Que bom ver-te!

- Vocês estão prontos para regressar? - perguntou Gaia, abraçando o filho. - Daqui a pouco partiremos rumo à Nova Terra!

- Seria bom rever os meus irmãos... - comentou Kyle ao ver muitos seres a abraçarem-se emocionados.

- E quem te disse que nós não estamos aqui? - inquiriu um coro de vozes. 

- E nós também! - afirmou outro grupo.
  
O Príncipe Kyle e o Príncipe Titus voltaram as cabeças e com grande alegria descobriram que os irmãos de Kyle e as irmãs de Titus, os Príncipes dos Oceanos e as Princesas dos Continentes, tinham regressado à vida também! Mais felizes ficaram quando souberam que todos eles tencionavam "juntar os trapinhos"! Milhares de casais pediram a bênção da deusa Vesta, a deusa dos Lares, que, numa grande cerimónia, nos jardins do palácio em Spodeth-Alpha, os uniu a todos.

A essa cerimónia seguiu-se outra, muito especial: a rainha Elinee abdicou a favor de Razor, por tudo o que este tinha passado e enfrentado na sua aventura! Ele foi coroado novo Rei de Spodeth-Alpha! Razor convidou Krissie para ser a nova líder do Exército Real! Já Rain tornou-se o braço direito desta enquanto o seu marido, Alexandris, tornou-se o braço direito do Rei Razor. Quanto à Rainha Elinee, ela pediu autorização ao Comandante Ashtar para partir com ele e a sua tripulação, sendo esse pedido aceite. Assim, os Mestres Ascensos e o Comandante Ashtar foram os primeiros a partir, pouco depois de todas as as cerimónias terminarem.
 
Aos poucos, as tribos que viviam em Spodeth-Alpha começaram a despedir-se do novo rei. Caleb partiu, junto com a comunidade de Vampiros BV que conheceu ali. Estava muito satisfeito por ter encontrado outros vampiros como ele! Prometeu a Razor que voltariam a ver-se muitas vezes. 
Grande parte dos deuses partiu para todos os recantos do universo. Todos estavam conscientes de que só tinham aquela vida para viver e que agora, tudo teria uma maior importância. Outros deuses decidiram ficar em Spodeth-Alpha, a fim de ajudarem o Rei Razor. Alguns, tais como Hórus e Dioniso, seguiram para uma nave, que partiria em breve, rumo à Nova Terra. Os deuses que restaram partiram para Spodeth-Ómega, onde começaram a criar um novo Jardim dos Deuses. O Rei Razor aproximou-se de Titus e de Kyle e abraçou-os.

- Vou sentir a vossa falta, meus amigos!

- Nós também sentiremos a tua! - respondeu o Príncipe Titus, com um grande sorriso. - Mas não consigo esconder a alegria que é para mim regressar a casa, finalmente!

- É, concordo contigo! Eu sinto o mesmo! - comentou o Príncipe Kyle, dando um beijo a Titus. - Mal posso esperar para ver como está a Nova Terra! O teu reino, Spodeth-Alpha, é muito bonito, cheio de natureza em todo o lado!

- Tenho a certeza que o nosso amado Mikel vos deixou uma Nova Terra bem bonita também! Ainda por cima agora partilhamos o mesmo céu! Partilhamos o mesmo sol! Estamos à distância de um dia de viagem nas nossas naves! Poderemos ver-nos muitas vezes! - declarou o Rei Razor, feliz.

- Temos de aproveitar o melhor que pudermos, não é? Afinal, só temos esta vida para gozar. - comentou Mark, aproximando-se deles. - Majestades, vim informar-vos que as naves que nos farão regressar à Nova Terra estão prontas a descolar! Só faltamos nós!

- Obrigado, Ministro Mark! - respondeu o Príncipe Kyle com uma vénia. - Nós vamos já!
Mark, recém-nomeado Ministro da Nova Terra, retribuiu a vénia e correu para os braços de Thiago, o seu marido, entrando os dois na nave que os levaria até um planeta azul, que brilhava nos céus.

- Alguma coisa, querido Razor, é só comunicares! - rematou o Príncipe Titus, dando um abraço forte a Razor. - Boa sorte!

- Obrigado! - rematou Razor, abraçando Titus e Kyle.

Estes afastaram-se rumo à nave onde partiriam. O céu começava a escurecer. Quando levantaram voo, já o céu estava polvilhado de estrelas e uma constelação arco-íris tornava-se bem visível nos céus, tanto em Spodeth-Alpha como na Nova Terra. 
 
 


- Obrigado, querido Mikel! - exclamaram os dois Príncipes, abraçando-se emocionados, ao chegarem à Nova Terra.
 

Comentários

  1. Gostei muito, só tive pena que publicasses de semana a semana, e muita informação. Já pensaste fazer posts mais pequenos e com mais suspense?! Agarrarias os teus leitores com mais suspense :)

    Pensa nisso para os próximos. Se queres colar musicas, podes escrever um frase e dá a musica ;)

    A curiosidade aumenta. Posts grandes com tanto tempo de separação, obrigas a ler e reler uma segunda vez e pode-se perder alguma informação precisosa :) o nosso cérebro engana-nos por vezes

    Feliz Natal.

    Apenas uma sugestão de um teu seguidor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Escrever uma história para blogues tem destas coisas Francisco. Não é fácil adaptar os capítulos. Se fosse um livro, seria mais fácil de acompanhar. Por isso deixei aqui e ali uma série de notas, a fim de orientar leitores que desejem apanhar todas as "pontas soltas". Espero sinceramente que tenhas gostado de todas as histórias que eu escrevi até agora. Tens sido um leitor fiel e assíduo. Acompanhaste as histórias que escrevo desde o "Diary Of My Shadows", quando dei início à saga "Vírgulas do Destino", há 3 anos e meio atrás.

      Não faço intenções de escrever sagas durante os tempos mais próximos. Tenho, como deves saber, 3 projectos para escrever e publicar o ano que vem, mas talvez as publicações venham a ser diferentes, talvez noutra plataforma, onde os leitores possam ler tudo de uma só vez. Vamos a ver. :)

      Espero igualmente que tenhas gostado do Dioniso, já que o "criei" dedicado a ti. Uma pequena forma de agradecer pelo teu interesse no que vou escrevendo.

      Um forte abraço e votos que tenhas um Feliz e Santo Natal, com muita Saúde a Amor.

      Eliminar
  2. Olá, João.

    Perdoa só ter lido agora. Estes dias têm sido atribulados.

    Não sei se fui o Ministro Mark ou o seu amado Thiago, mas gostei. :)

    um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mark!
      Ora essa, eu também tenho estado mais ocupado de momento! ;)

      Espero que tenhas gostado das histórias! Quem sabe um dia elas não se tornam realidade? ^^

      Abraço grande :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Olá! O teu comentário é sempre bem-vindo!
Comenta, opina, expressa a tua opinião! Este espaço é teu!

Se quiseres contactar connosco, envia-nos um email para:

entrelinhasdirecionadas@outlook.pt

Esperemos que tenhas gostado do blog e que voltes sempre!

Mensagens populares deste blogue

Sexo oral. Porém escrito!

Projecto "Baleia Arco-Íris" [Update]

Animal X Animal