10/04/2016

Vírgulas do Destino: Prisioneiros do Amor, Capítulo 30

Capítulo 30: O fim de Artemisa!



- Nãoooooo! Mikel!!! - gritaram todos!

- Mikel!! - gritou Caim, amparando Mikel na queda.

- Caim... És tu?

- Sim! Sou eu! Mikel!

- Mikel!! Mikel!! - Howl abraçou-se a Mikel, a chorar desesperado. - Aguenta-te! Por favor! Se tu morreres, eu....!

- Lord Mikel...! - gritou Kojiru - Não desistas! Precisamos de ti!

Os governadores e os restantes amigos aproximaram-se de Mikel. Ele estava muito debilitado. A bala acertara-lhe em cheio no coração. Respirando com dificuldade, ele esforçou-se para abrir os olhos, mas apenas conseguiu mantê-los semicerrados. Olhando para todos, disse em voz baixa:

- Estou feliz... Junto a vocês, eu voltei a ser feliz... Obrigado por terem cuidado de mim...

Todos começaram a chorar! Artemisa observava a situação, com a arma empunhada. No entanto, até ela parecia estar prestes a chorar!

- Caim... Perdoa-me... Se eu soubesse mais cedo... - sussurrou Mikel.

- Não tinhas forma de saber... Não podias fazer nada! - respondeu Caim, pegando na mão direita de Mikel e levando-a junto ao seu peito. - Pelo menos agora já sabes de tudo...

- Por favor, Caim... Cuida deles... Juntos, vocês podem fazer toda a diferença! Vocês poderão vencer esta guerra horrível! - pediu Mikel, com voz fraca.

- .... - Caim começou a chorar.

- Howl?

- Mikel, estou aqui!! - Howl pegou na mão esquerda de Mikel e começou a passá-la pelo seu rosto, para que Mikel recolhesse as suas lágrimas como costumava fazer quando Howl chorava. Levou a mão de Mikel aos lábios, evitando assim dar um grito de dor que teimava em sair.

- Meu pequeno anjo negro... Só alcançaremos a paz, quando acabarmos com o Mal que está aqui presente... - murmurou. - Para tal, será preciso libertar a plenitude dos teus poderes...

- Sim, eu sei...

- Sozinho não o podes alcançar, uma vez que eu sou a chave... Por isso, está na hora! Coloca a tua mão sobre o meu peito e... - Mikel tinha cada vez mais dificuldades em falar.

De imediato, Howl fez o que Mikel lhe dissera. Colocou as suas mãos sobre o peito deste e concentrou a sua energia. Passados alguns segundos, conectou-se à alma de Mikel! Howl ficou maravilhado! Que lugar tão bonito! Sentiu uma forte presença atrás dele. Virando-se, descobriu Mikel, na sua forma pura, com um sorriso no rosto!


- Aqui tens... Usa-o bem...

Howl recebeu uma chama azul-dourada! Ao tocar nela, esta de imediato mudou de cor, até que se tornou do branco mais puro que ele alguma vez vira! A chama subiu no ar e de repente entrou no peito de Howl! Nesse preciso momento, a conexão perdeu-se e Howl deixou de sentir a energia de Mikel!

- Nããããão! Mikel! Nãããããão! - gritou.

Mikel fechou os olhos e o seu corpo ficou completamente rígido e gelado. Caim e os restantes desataram a chorar, abraçando-se uns aos outros. Artemisa afastou-se rumo a uma janela daquele espaço, com ar lívido.

Caim seguiu-a com o olhar. Levantou-se e fechando os punhos...

- Onde é pensas que vais, sua cabra?!? Tu vais morrer!! - declarou ele, correndo para cima dela e começando a lutar.

- Seu maldito! Vocês não passam todos de uns anormais! Larga-me! Não quero ser contagiada com essa doença! Larga-me!!

- Cala-te! O Mikel não merecia morrer! És uma nojenta! Eu vou acabar contigo!!

Caim e Artemisa lutavam entre si, disputando a arma. Os soldados desta lutavam contra Howl e os seus amigos! Os soldados continuavam com rostos inexpressivos. Nem sequer soltavam um ai quando eram magoados! De repente, ouviu-se um tiro!


Todos viraram a cabeça e deram com Caim a cair para o lado. Tinha sido atingido na barriga! Artemisa olhava-o com um misto de nojo e de gozo!

- Caim!!! - gritou Jéssica.

Caim sussurrou muito baixinho:

- Eu vou ter com o Santiago*.... E poderei voltar a ver o Mikel também...

Caim deu um último suspiro e fechou os olhos, sorrindo feliz.

*Nota do Autor - [ver "Vírgulas do Destino: Meandros da Vida" - Capítulo 2]



No momento em que Caim fechou os olhos, uma luz caiu ao seu lado! Caim reabriu os olhos e viu que estava num campo rodeado de flores! Confuso, começou a correr, chamando pelos seus amigos! De repente, sentiu uma presença atrás de si! Ao ver quem era, começou a chorar, enquanto corria e gritava:

- ¡Santiago! ¡Santiago!

- ¡Cain! ¡Cain!!

Os dois amantes correram para os braços um do outro! Sorrindo e chorando ao mesmo tempo, Caim perguntou-lhe porque estava ali! Santiago explicou-lhe que ele tinha morrido e que o tinha vindo buscar! Como Caim perguntasse por João, Santiago respondeu que este já se encontrava a caminho e que em breve se reencontrariam! Caim abraçou-se a Santiago, muito feliz! Ele esperara muito tempo por aquele momento! Quando se beijaram, apaixonados, as suas almas fundiram-se numa só! Ao unirem-se, eles transformaram-se num passarinho! De repente, este abriu as asas e, passados alguns segundos, partiu, rumo ao Paraíso!

- Nãooo! Caim!! - gritaram os seus amigos!

- Tiveste o final que merecias, seu insolente! Ah ah ah ah! - troçou Artemisa, triunfante.

- Como te atreves, Artemisa? Quem pensas que és? - rosnou Howl, aproximando-se desta.

Esta virou-se para ele.

- Olha quem fala! Por acaso pensas que tenho medo de ti... Demónio? - a voz de Artemisa mudara completamente ao dizer a última palavra!

- O que vem a ser isto! O que se passa? - perguntou Milú, confusa!

Virando-se para trás, Howl fez um gesto com as mãos! Aquilo começava a parecer-lhe estranhamente familiar...!

- Vá, afastem-se o mais que puderem! E tu... Quem quer que sejas...! Mostra-te!! - ordenou Howl.

Com um sorriso malévolo, Artemisa começou-se a rir, incontrolavelmente! Estalando os dedos, os seus soldados caíram por terra, inconscientes!

- Eu disse-te que nos voltaríamos a ver, Howl! Eu disse-te! Vá! Transforma-te! - rosnou Artemisa, com voz grossa!

- Não...! Não pode ser! Tu!!! - exclamou Howl, completamente enraivecido!

Artemisa tombou para o lado. Uma sombra saiu de dentro dela, ergueu-se e tomou forma!

- Abraxas!!! - exclamou Howl, surpreendido!

Jéssica, Sophie, Milú, George e Thiago começaram a gritar, tentando abrir a porta, mas esta não cedia nem por nada! Kojiru e Mark estavam presos ao chão, aterrorizados! Howl rosnava, com o olhar fixo no estranho ser!

- Ah ah ah ah! Sim senhor! Sou eu mesmo! Fico contente que ainda te recordes de mim!

- Como podia esquecer-me? Seu maldito! Que estás tu aqui a fazer?

- Ah ah ah ah ah! Meu caro Howl, eu estou cá há muito tempo...! Mais do que tu imaginas!

- Como assim? O que queres dizer?

- Foi ela! - respondeu Abraxas, acenando com o queixo em direcção a Artemisa. Foi ela quem me invocou, há 5 anos atrás!

- Mas como? Porquê?

- Simples! Ela queria Poder! Queria vingar-se por ter sido preterida! Então, em troca da alma dela, eu comecei a ajudá-la... Sabes... Quantas mais vítimas ela fizer, melhor para mim! Ah ah ah!!!

- Seu maldito!!

- Desde que descobri que o teu mestre é um Arcanjo, que ele tem sido o meu grande objectivo! Iludi-te, fazendo-te acreditar que eu tinha sido sugado para outra dimensão! Eu tenho manipulado e possuído a Artemisa e os seus soldados, desde que ela fez o pacto comigo!! Ah ah ah!!

- Grrrrrrrrrrrrrrrr!!!

- Infelizmente, as coisas descontrolaram-se! Não era suposto o Mikel morrer! Quem devia ter morrido era aquela miúda ali! Mas não faz mal... Ainda vou a tempo de apoderar-me dos poderes dele! A alma dele ainda está a caminho do Paraíso!

- Nem penses nisso! Grrrrrrrrrrrrrrr! Vais pagar por tudo!! - gritou Howl, transformando-se!

Howl tornara-se num verdadeiro demónio! Ao receber os poderes que Mikel tinha consigo e que lhe pertenciam, a sua aparência mudou. Ficou mais alto, mais magro e com olhos amarelados, pintados de negro! O seu cabelo ficou liso, embora rebelde! Algumas madeixas violetas e brancas surgiram-lhe. Tinha dois brincos com forma de cristais negros, nas orelhas.

Uma tatuagem, de um dragão branco-azulado brilhante, começava na cara, espalhava-se pelo corpo e representava a sua ligação a Mikel! Howl trazia vestido um top preto que lhe deixava parte do peito à mostra, mostrando um abdómen definido. As suas calças eram justas, pretas também, bem como as suas botas. As suas asas, completamente negras, irromperam pelo casaco comprido que Mikel lhe havia oferecido e tinham a forma típica angelical. Quando ficou completamente pronto, levou a mão direita à boca e começou a concentrar energia!

- Vejo que estás mesmo disposto a lutar... Pois bem, eu aceito o teu desafio! Veremos se és assim tão forte! - rosnou Abraxas!



Howl e Abraxas começaram a levitar e passados um ou dois segundos, desapareceram! Os amigos começaram a ver vislumbres de luz a chocar de tempos a tempos e ouviam os impactos dos choques, mas a acção decorria tão rápido que ninguém conseguia perceber o que se estava a passar! Ambos os demónios estavam a lutar ali e ao mesmo tempo não!

A velocidade deles era tão grande que eles conseguiam cortar o véu entre dimensões! Abraxas lançava esferas de energia negra contra Howl e este ripostava. A sua principal preocupação naquele momento era que Abraxas não atingisse nem Sophie, nem os seus amigos, com os ataques! Howl concentrava esferas de luz nas mãos e enviava-as de volta contra o seu inimigo! A luta manteve-se muito equilibrada durante algum tempo.

Parecia que nenhum dos demónios conseguia ganhar vantagem sobre o outro! Não demorou muito para mudarem de estratégia. Abraxas começou a atacar com gelo e Howl começou a enviar bolas de fogo contra ele! De cada vez que um dos demónios lançava um novo tipo de ataque, o outro ripostava com o elemento oposto, tornando a batalha cada vez mais renhida!

- "Huf... Huf... Isto está mau... Pensei que ele fosse mais fraco!" - pensava Abraxas, um bocado esgotado.

- "Ele é muito forte... Como raios vou conseguir vencê-lo?" - pensava Howl.

Abraxas começou-se a rir! Sacando uma espada de outra dimensão, aproximou-se de Howl e disse:

- Eu estou muito cansado, tal como tu, mas ainda me restam forças para te decapitar!!!

- Nem penses!! - respondeu Howl, rebolando para o lado e pensando onde iria buscar uma arma para se defender!

- "Mikel! Onde quer que estejas, por favor... Ajuda-me!!!" - pensou Howl, desejando do fundo do seu coração que Mikel estivesse ali do seu lado.

De repente, uma luz dourada iluminou a sua tatuagem e começou a sair do seu corpo, ganhando forma e tornando-se um bastão! Howl sentia uma energia extraordinária a sair do bastão! Era a energia de Mikel! Uma energia quente e doce, cheia de luz e amor! Sorrindo triunfante, lançou-se ao ataque contra Abraxas! Como ambos os demónios estavam quase sem forças, regressaram à dimensão terrestre!

Kojiru e os amigos começaram a gritar e a afastaram-se o mais que podiam! Felizmente, o local onde se encontravam era muito grande, o que lhes permitia deixar os demónios lutarem à vontade! Estes estavam muito feridos! Sophie queria aproximar-se de Howl, mas Jéssica não deixava!

- Mas ele precisa de mim! - insistia Sophie.

- Se o Abraxas te apanhar, o Howl perde! Deixa-te estar aqui! - rematou Jéssica.

Infelizmente, Abraxas ouviu essas últimas palavras. Virando costas a Howl, teletransportou-se para junto de Sophie e agarrando-a, exclamou:

- Creio que esta rapariga é importante para ti! Larga já a tua arma e rende-te!

- Não faças o que ele diz! Não o faças! - gritou Sophie.

Howl começou a rosnar. Uma fúria incontrolável tomou conta dele! Rosnando cada vez mais alto, ele atirou o bastão para longe e fechou os punhos. Fixando o seu olhar no olhar de Abraxas, desapareceu!

- Mas que raio? Para onde foi ele? - perguntava Abraxas, enquanto apertava um dos braços de Sophie, fazendo-a gritar de dor.

- Larga-me! Estás a magoar-me!

- Nunca, minha querida! O teu namorado não ousará atacar-me enquanto fores a minha presa...! E se ele tentar... - Abraxas colocou a sua espada junto do pescoço de Sophie. - Terá de dizer adeus a mais uma pessoa, ah ah ah ah ah ah!!!

De repente, Howl apareceu do nada e aplicou um valente pontapé no rosto de Abraxas! Este caiu desamparado! Howl deu outro pontapé na espada deste e Sophie fugiu a correr para junto de Jéssica e dos amigos! Howl abriu as suas asas, voltou a desaparecer e no instante seguinte desceu sobre Abraxas, aplicando-lhe uma fortíssima joelhada na barriga, com tal violência que o chão abateu, criando uma pequena cratera!

Abraxas perdeu os sentidos. Fora vencido!

Howl respirou profundamente e recuperou a sua aparência humana. Estava sem forças para continuar a lutar também! A cambalear, dirigiu-se para junto dos seus amigos. Kojiru começou a correr e amparou-o, quando Howl estava prestes a cair.

- Ele está esgotado!

- Eu cuido dele! Eu acho que sei do que ele precisa! - respondeu Sophie, abraçando o seu amado e aconchegando-o junto ao seu peito. - Ele vai recuperar!

Para espanto geral, Abraxas levantou-se! A tremer e a sangrar imenso por todo o corpo, virou-se para eles e rosnou:

- Dêem-me... O vosso poder!!

- NUNCA!! - responderam todos, dando as mãos uns aos outros!

Inconscientemente, graças a isso, eles criaram um círculo de protecção que os envolvia! Abraxas viu que estava sem opções e voltou a possuir Artemisa! Ao fazê-lo, Abraxas riu-se malevolamente:

- Adeus, demónio! Vemo-nos no Inferno! - gritou, disparando em cheio no coração de Howl com uma bala demoníaca, matando-o imediatamente!

Todos gritavam desesperados! Seria o fim deles? Respirando com dificuldade, Artemisa colocou a pistola encostada à sua própria cabeça! Abraxas já não tinha energias para sair do corpo dela e esta, olhando para a fotografia de Ángel e para os corpos inertes de Mikel, Caim e Howl, começou a chorar e a cantar!



[Artemisa]

Eu sei, eu sei que te desapontei
Eu fui uma idiota comigo mesma!
Pensei que podia viver por mim e sem mais ninguém!

Mas agora, depois de toda a dor e mágoa
É hora de eu respeitar
Que aqueles que tu amas, significam mais do que tudo!

Então, com tristeza no meu coração
Eu sinto que a melhor coisa que posso fazer:
É acabar com tudo isto e ir-me embora para sempre!

O que está feito, está feito, eu sinto-me tão mal!
O que uma vez foi alegre, agora é triste!
Eu nunca mais voltarei a amar!
A minha vida chegou ao fim!

Quem me dera poder fazer o tempo voltar atrás
Porque agora a culpa é toda minha
Não consigo viver sem ter a confiança de quem tu amas!

Eu sei, nós não podemos esquecer o passado
Tu não podes esquecer o amor e o orgulho
Por causa disso, eu estou a morrer por dentro...

E tudo retorna ao Nada, tudo vai-se
Desmoronando, desmoronando
Desmoronando!

E tudo retorna ao Nada, eu fico apenas
Entristecendo-me, entristecendo-me
Entristecendo-me!

No fundo do meu coração,
Eu sei que nunca mais poderei voltar a amar...

Eu perdi tudo!
Tudo!

Tudo o que importa para mim,
É importante neste Mundo!

Quem me dera poder fazer o tempo voltar atrás
Porque agora a culpa é toda minha!
Não consigo viver sem ter a confiança de quem tu amas!

Eu sei, não podemos esquecer o passado
Tu não podes esquecer o amor e o orgulho
Por causa disso, estou a morrer por dentro...


Ao finalizar a canção, Artemisa deu um grito desesperado e lançou-se pela janela! Todos correram para lá e descobriram que estavam no alto de uma falésia, perto do mar! O corpo de Artemisa jazia bem no fundo da mesma, entre duas fissuras!

*Enquanto isso, num lugar desconhecido....*

- Hum... Onde é que eu estou? - perguntou-se Mikel.

O local onde se encontrava era semelhante a uma gruta enorme! Tudo era banhado por uma estranha luz azul-fantasmagórica! Não se via vivalma. Mikel gritou. Ninguém lhe respondeu a não ser o eco. Começou a andar, intrigado.

- Eu sei que morri... Mas isto não parece ser o Paraíso... - murmurou para si mesmo.

- E tens toda a razão... Isto não é o Paraíso! - respondeu um vulto, oculto na escuridão!

- Quem está aí?

O vulto começou a caminhar na direcção de Mikel. Era um vulto enorme! Devia ter mais de dois metros de altura! Ao aproximar-se, Mikel reconheceu-o!


- Não! Não pode ser! Hórus!!

Hórus era tal e qual como Mikel o conhecia! Alto, forte e com uma cabeça de águia!

- Hórus!! Eu não me acredito! És mesmo tu!! - exclamava Mikel, maravilhado, ajoelhando-se de seguida!

Hórus começou-se a rir. Não vinha sozinho!

- Então, é este o rapaz de que me falaste? - perguntou uma segunda voz, ainda longe dali.

- Sim, é este! - respondeu Hórus, com voz de trovão. - Mikel, aproxima-te!

Mikel estava totalmente boquiaberto! Aproximou-se lentamente, pois não sabia o que lhe iria acontecer!

- "Deverei ir"? - pensou.

- Está descansado! Não pretendemos fazer-te mal! Anda! - respondeu Hórus, com um sorriso.

Mikel começou a avançar rumo a Hórus. Desta vez, as suas dúvidas tinham-se dissipado! Ele sabia no seu coração que podia confiar! Ao aproximar-se, o dono da segunda voz também se aproximou! Qual o espanto de Mikel quando viu quem era!

- Ohhhhhhhhhhhh! Tu és... Anúbis!!!

- Sim! Sou eu mesmo!

- Posso...posso fazer-te...?

E antes de Mikel acabar a frase, Anúbis ajoelhou-se e começou-se a rir!

- Podes...! És um humano muito engraçado! Tens um coração muito puro!

Mikel abraçou-se a Anúbis, fazendo-lhe festinhas na cabeça e coçando-lhe as orelhas!

- Oh meu Deus! Estou a fazer festinhas a Anúbis! Sabias que...?

- Sim meu rapaz, sabia! Por isso é que te deixei! - respondeu Anúbis, rindo-se divertido, perante o olhar extasiado do jovem humano.

Mikel sentia-se maravilhado! Ao que tudo indicava, tanto Hórus como Anúbis conseguiam ler-lhe os pensamentos! Completamente entusiasmado, Mikel perguntou:

- Onde é que nós estamos? Porque não fui eu para o Paraíso?



Hórus abraçou Mikel e respondeu:

- Bem, isso acontece porque, como tu já desconfias, és meu filho e meu protegido... Sendo assim, eu achei que merecias ter uma oportunidade de parar a meio do caminho e escolher o que desejas...

- Como assim? - inquiriu Mikel, algo confuso.

- É muito simples, humano! Este portal tanto te leva para o Paraíso, como te envia de volta para a Terra! - exclamou Anúbis.

- E o que tenho de fazer?

- Tens de fazer a tua escolha... Estando ciente que uma vez feita, não podes voltar atrás! - rematou Hórus.

Mikel sentou-se no chão, pensativo. Percebera onde queriam eles chegar. Se voltasse para a Terra, poderia voltar a estar com os seus amigos! Se aceitasse seguir em frente, iria para junto de Ángel e Caim! Voltaria a ver a sua família, em especial o seu irmão... Poderia rever Dark Dragon, o seu grande amigo e também Michi, o seu pupilo...

Ao verem-no tão pensativo, Hórus e Anúbis sorriram um para o outro. Anúbis deu um passo em frente e declarou:

- Gosto de ti, humano! Vou dar-te uma prenda que te pode ajudar na decisão! - exclamou Anúbis, abrindo o portal!

- Hey! O que vai acontecer?! - inquiriu Mikel, perplexo!


De repente, o portal abriu-se totalmente e num rodopio de luz, Ángel e Caim apareceram! Estavam exactamente como Mikel os conhecera em vida! Ele começou a chorar e correu para os abraçar! Quando estava abraçado a eles, perguntou:

- Afinal... Quem são vocês?



- Nós somos a Esperança... De que um dia as pessoas se possam entender umas às outras.... - respondeu Caim.

- E somos o significado da palavra Amo-te. - respondeu Ángel, com um sorriso terno, afagando o seu noivo, Mikel.

- Mas isso é só um pretexto! Uma opinião própria! Não é possível que isso dure para sempre! Eventualmente, eu serei traído e abandonar-me-ão! Mas, mesmo assim, eu quero voltar a ver-vos, eu quero voltar a estar com vocês!! E quero voltar a ver os meus amigos! Eu sei que os meus sentimentos foram e são reais! - rematou Mikel, enquanto chorava.

Anúbis aproximou-se dos três jovens e sorrindo, disse:

- A Realidade existe num lugar desconhecido e os Sonhos existem dentro da realidade.

Hórus colocou uma mão sobre os ombros de Mikel e afirmou:

- E a Verdade está dentro do teu Coração. As almas humanas criam os seus próprios corpos. Uma nova imaginação mudará o coração e as suas formas. O poder da imaginação é a habilidade de criares o teu próprio Futuro e o poder para moveres o teu fluxo de Tempo.

- Mas, se as pessoas não agirem por conta do seu próprio livre-arbítrio... Então, nada mudará, afinal! - exclamou Ángel.

- Mikel, tu deves recuperar a tua forma perdida por vontade própria. Mesmo que isso signifique que as tuas palavras se percam... Ou que elas sejam confundidas com as palavras dos outros... - sussurrou Caim, com um sorriso.

- Qualquer lugar pode ser o Paraíso, desde que tu tenhas vontade de viver! No fim de contas, enquanto estiveres vivo, tu terás sempre uma oportunidade de ser feliz! Enquanto o Sol [Hórus], a Lua [Anúbis] e a Terra [todas as formas de Amor] existirem, tudo ficará bem! - rematou Ángel.

- Eu nunca vos esquecerei... - respondeu Mikel a chorar. - Nunca!!

- Nós também não! Amo-te! - sussurraram Ángel e Caim, sorrindo felizes e entrando no Portal.

- Presumo que encontraste a resposta que procuravas? - perguntou Anúbis.

- Sim! Eu quero voltar! Eu tenho que voltar! Preciso de fazer muitas coisas! Preciso de tornar os sonhos de muitas pessoas realidade! Hórus, Anúbis, por favor tomem conta das pessoas que eu amo! Está bem?

Ambos sorriram para Mikel e acenaram com a cabeça.

- Está descansado! Tu és o meu filho! Toma, leva contigo esta chave! - Hórus entregou uma Ankh* a Mikel. - Ela far-te-á relembrar deste nosso encontro!

* Nota do Autor - [Ankh é uma cruz egípcia que representa a Vida Eterna, a vida depois da morte.]

- Muito, muito obrigado!! - respondeu Mikel, enquanto o portal se voltava a abrir!

Anúbis aproximou-se de Mikel e disse:

- Terei todo o gosto em tornar-me teu guardião de agora em diante!

- Será uma honra, Anúbis! Posso abraçar-vos antes de ir? - perguntou Mikel, com um sorriso.

- Claro! - responderam Hórus e Anúbis, rindo-se da caricata situação e abraçando Mikel.

- Agora vai! O portal está quase a fechar-se! - remataram.

- Obrigado! Nunca, nunca esquecerei este momento! - respondeu Mikel, abrindo as suas asas e partindo rapidamente a voar, de regresso a casa!

Enquanto isso, na casa onde estavam os seus amigos a tempestade rugia, furiosa! De repente, começou tudo a tremer! Vários raios atingiram o telhado do local onde se encontravam! Com a queda do terceiro relâmpago, o telhado explodiu em pedaços! Todos se encolheram, assustados! A tempestade estava no seu auge! Mark, a dado momento, levantou-se e chorando e rindo ao mesmo tempo, exclamou:

- Oh meu Deus! Esta energia!! Mikel! O Mikel está a caminho!! Ele vem aí!!

Ao acabar de dizer isto, um raio de luz desceu do céu e começou a entrar pelos pés de Mikel! Quando todo o seu corpo ficou iluminado por aquela luz dourada, a luz tornou-se branca e provocou um enorme clarão! Quando este se desvaneceu, Mikel abriu os olhos! Sophie exclamou:

- É um milagre!

Jéssica chorava abraçada a Kojiru! Todos estavam impressionados! Levantando-se, Mikel ergueu a cruz que Hórus lhe tinha oferecido e com um sorriso, levantou a cabeça, gritando para o céu:

- OBRIGADO!!


Quando Mikel falou, a tempestade acalmou! Num instante, as nuvens começaram a desaparecer, dando lugar a um dia de sol radiante!!

[Continua...]

Sem comentários:

Enviar um comentário

Olá! O teu comentário é sempre bem-vindo!
Comenta, opina, expressa a tua opinião! Este espaço é teu!

Se quiseres contactar connosco, envia-nos um email para:

entrelinhasdirecionadas@outlook.pt

Esperemos que tenhas gostado do blog e que voltes sempre!

Entrelinhas Direcionadas: Felizes Aqueles Que Sabem Ler Nas Entrelinhas! | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS