06/04/2016

Vírgulas do Destino: Prisioneiros do Amor, Capítulo 16

Capítulo 16: O segredo de Howl!

Todos assistiam horrorizados ao que estava a acontecer, muitos metros acima das suas cabeças. Mikel fechara completamente os seus olhos. Quando o fez, as suas asas começaram a desfazer-se. Howl gritava que nem um louco, desesperado. Sophie e Jéssica abraçaram-se a chorar. Kojiru, Acácio, Mark e Caim estavam em estado de choque, sem reacção.

Ángel olhava para Mikel e quando este fechou os olhos completamente, virou a cabeça para baixo, observando os restantes. Ao fazer isso, o brilho dos seus olhos mudou completamente. Ao cruzar olhares com Howl, um sorriso malévolo surgiu no seu rosto. Este sentiu um arrepio pela espinha abaixo. Algo não estava certo! Aproximando-se da barreira, Howl começou a concentrar a sua energia! Os outros olhavam espantados! O que estaria a acontecer?

- "Esta energia não me é de todo desconhecida...o que é estranho!" - pensou Howl.

- Muah ah ah ah! Com que então a minha energia não te é desconhecida? - perguntou Ángel, com um ar trocista!

Kojiru e os restantes aproximaram-se de Howl! O que significaria aquilo tudo?

- Por favor, afastem-se! Isto não é o que parece! Este não é o Ángel! - exclamou Howl, fazendo um gesto para que todos se distanciassem.

- O quê? - perguntaram todos, completamente surpresos!

- O Mikel foi enganado! Mas eu vou fazer este maldito pagá-las! - rematou Howl.

Uma aura de energia obscura começou a rodear Howl. Ele concentrou-se ao máximo. Aos poucos, ele foi-se recordando de todas as lições e aprendizagens que Mikel já tinha partilhado com ele. Após alguns minutos, eis que finalmente Howl revelou um pouco do seu poder, mostrando algo que só Mikel conhecia!


Com a concentração da energia, as suas roupas foram-se desfazendo, ficando apenas alguns farrapos, sob algumas partes do corpo. As asas dele apareceram sob as suas costas. Agora que não estava sob a protecção especial de Mikel, as suas asas revelavam o seu verdadeiro poder: um par de asas negras, enormes, com uma aura azul fantasmagórica à volta. O seu olhar era frio e enraivecido. Os seus olhos pareciam escorrer sangue, devido à sua cor avermelhada. Não sorria. O seu rosto estava impenetrável. Rosnando, finalmente quebrou a barreira e começou a levitar, rumo a Ángel e Mikel.

O sorriso trocista de Ángel rapidamente deu lugar a um esgar, ao perceber quem era de facto Howl! Sophie deu um berro, aterrorizada! Não percebia o que se estava a passar! De uma coisa estava certa: aquele não era o rapaz por quem se apaixonara!

Howl nada ouvia. Continuava a concentrar a sua energia. Raios e trovões escutavam-se por toda a parte. De repente, um relâmpago cai sobre ele! Após o impacto, ele reaparece, com uma nova aparência! As suas asas negras tinham ganho uma nova forma. Um manto negro cobria grande parte do seu corpo. Os seus olhos ficaram completamente avermelhados, completamente fixos naquele espectro que se fazia passar por Ángel!

Com uma voz assustadora, Howl ordena:

- Chega de palhaçadas! Revela-te, seu maldito!

Ángel começou-se a rir. Um riso vazio e glacial. Aproximou-se de Howl e com um ar provocador, respondeu:

- Com que então... Tu és um demónio como eu! Quem diria... Um Demónio... Protegido por um Arcanjo!

- Assim é! Mostra-te! - responde Howl, frisando os olhos.

Ángel ignorou-o. Afastou-se dele, levando o corpo de Mikel consigo. Era o seu trunfo. Howl, enraivecido, soltou um rosnar devastador, tão forte que destrói algumas árvores muitos metros abaixo! Ao assistir aquilo, o demónio que se fazia passar por Ángel decide acabar com a brincadeira e revela a sua verdadeira aparência!

- Muito bem, ganhaste!

De repente, Ángel começou a crescer, ficando mais alto que Howl. Os seus cabelos ficaram negros. Os seus olhos tornaram-se pretos. A voz doce passou a um vozeirão. Um par de asas verde-venenoso apareceu sob as suas costas e um manto vermelho-sangue cobriu totalmente o seu corpo.

- Aqui estou eu! O meu nome é Abraxas! E tu, como te chamas?

- Eu sou o Howl! O que tu fizeste foi muito grave! EU NÃO TE PERDOAREI!

Raven começou-se a rir:

- Ai, que eu já estou cheio de medo!

Howl sorri e fecha os olhos. No momento seguinte, teleporta-se para trás de Abraxas e aplica-lhe um golpe em cheio nas costas. Este deixa cair Mikel, que se mantém inconsciente. De imediato, Howl voa em direcção a Mikel, apanhando-o em plena queda. Em seguida, leva-o para junto dos amigos, que fogem, assustados.

- Tomem conta do Mikel! Pode ser que ainda não esteja tudo perdido! - gritou Howl, enquanto voava atrás de Abraxas, que se preparava para fugir, através do Portal do Outro Mundo.

- Espera aí seu maldito, onde pensas que vais?

- Já consegui o que queria deste lugar! A energia do teu amigo é fantástica! Não é todos os dias que se captura o coração de um arcanjo! Foi fácil capturar o dele! Vocês são um bando de idiotas! - respondeu Abraxas, com um sorriso mau.

- Porque dizes isso? - perguntou Howl, rosnando.

- Este arcanjo está muito carente... Tu já devias saber que os anjos e os arcanjos necessitam de energia de Amor para sobreviverem! Mas há mais! Ele está doente, há já algum tempo! Mua ah ah ah!

- O quê? Seu maldito! Desaparece! - Howl lança um enorme raio de energia que atinge o seu inimigo.

- Eu posso ter perdido desta vez, mas... O teu amigo... Não voltará a acordar! Quanto a nós... Voltaremos a ver-nos, Howl! Escreve o que te digo....! - rosnou Abraxas, ao ser atingido.

O impacto foi tão forte que quando Abraxas entra no Portal, ele fecha-se e desintegra-se em energia. Quando isto acontece, as nuvens começam a desaparecer. O vento e a chuva fustigante param por fim. Howl respira de alívio. Finalmente terminara o pesadelo!

De repente, ele olha para baixo e vê que Mikel não respirava! Descendo rapidamente, ele aproxima-se dos seus amigos e respirando fundo, retoma a sua aparência normal. Aproximou-se de Mikel. O corpo dele estava frio. Deitou-se ao lado dele e abraçou-o. Começou a chorar e a cantar baixinho. Tão baixinho que só Mikel o poderia ouvir...

*Enquanto isso, num ponto qualquer do Universo...*

Mikel não sabia onde estava. A última coisa que se lembrava antes do "apagão" que surgira na sua mente é que ele tinha aberto o Portal para o Outro Mundo, com o intuito de se reencontrar com Ángel. Este tinha vindo ao seu encontro, tinham-se abraçado e pronto. Ele não se lembrava de mais nada. Encontrava-se num local muito bonito. Para onde quer que se virasse, só havia campos de flores, com riachos aqui e ali. Um cheiro agradável invadiu-lhe as narinas. Sentiu uma presença. Virou-se. Era Ángel!

- ¡Hola Oka-chi! ¡Por fim te despiertas!

- ¡Sí...! ¿Kit-chi, donde estamos?

- ¡Pues, no lo sé! ¡Pero, me encanta este llogar! ¿A ti, no?

Mikel acenou com a cabeça e sorriu.

- ¡Ah, a mi me encanta muchissimo! ¡Es muy lindo!

Ángel pegou na mão dele e disse:

- ¡Vamos! ¡Tengo una sorpresa para ti!

E assim, lá foram eles. Andaram, andaram, andaram... Falaram de mil e uma coisas. Mikel tinha imensas perguntas a fazer sobre a vida no Outro Mundo. Por sua vez, Ángel queria saber como tinha corrido a vida de Mikel, após a sua morte, 4 anos antes. O tempo parecia avançar a um ritmo diferente. A dada altura, Ángel disse:

- ¿Cerra tus ojos, sí? ¡Solo los abres cuando yo decir!

- ¡Está bien!

Passado uns segundos...

- ¡Ahora!

Mikel abriu os olhos. Por momentos, julgou estar a sonhar! Estava diante de um campo de girassóis!

sunflower-field

- ¡Uau! ¡Que guapo!

Ángel abraçou-se a Mikel e sussurrando, disse:

- ¡Lo creé para realizar lo sueño de tenermos um campo de girasoles! ¡No lo pude hacer en mi otra vida, pero en esta tive tiempo más que suficiente para hacerlo! ¡Espero que te guste, lobito!

- ¡Awwww....! ¡Kit-chi! Estoy... ¡Sin palabras! - respondeu Mikel, com um sorriso que nunca mais acabava, chorando de felicidade.

De repente...

- Mikel!!

Ao ouvir chamarem por si, Mikel voltou-se. Abriu a boca de espanto! Era Howl! Beliscando-se para tirar a dúvida se estaria a sonhar ou não, Mikel sentiu a dor!

- Howl! Que surpresa ver-te aqui! Que te aconteceu? Como foi que tu...?

Este olhou Mikel nos olhos e disse:

- Explico-te tudo mais tarde... Por agora... - Howl afastou-se de Mikel e olhou para Ángel, que o mirava com muita atenção.

- Que fazes tu aqui, Howl? - perguntou Ángel, com um ar zangado.

- Grrrrrrrrrrrrrr! - rosnou Howl, aproximando-se de Mikel. - Vamos embora!

Mikel olhava para um e para outro, confuso!

- O que vem a ser isto? Desde quando é que tu falas tão bem português? E como é que conheces o Howl? Ele não é do teu tempo!! - exclamou Mikel, recuando!

Ángel começou-se a rir malévolamente. Howl lança um raio de energia a este, fazendo-o desaparecer. Virou-se para Mikel e rematou:

- Vamos embora, JÁ!

Mikel acena com a cabeça e começa a recitar algo incompreensível. A ilusão começa a desfazer-se. O lindo campo de girassóis dá lugar a um lugar seco e sem vida, completamente decrépito! Estavam nos confins do Vale da Ilusão, um local perdido, algures entre o Outro Mundo e o Mundo dos Vivos!

creepy-valley

- Não... Não é possível...!

- Mikel, vamos embora para casa... Depressa!

- Sim, vamos embora!

Howl e Mikel teleportam-se para os jardins do Palácio. Passados alguns minutos, ambos despertam, para grande alegria dos restantes! Todos se abraçaram, enquanto choravam e riam ao mesmo tempo! Mikel e Howl trocaram um olhar significativo - tinham muita coisa para conversar, mas teriam de aguardar para quando estivessem só os dois...

[Continua...]

Sem comentários:

Enviar um comentário

Olá! O teu comentário é sempre bem-vindo!
Comenta, opina, expressa a tua opinião! Este espaço é teu!

Se quiseres contactar connosco, envia-nos um email para:

entrelinhasdirecionadas@outlook.pt

Esperemos que tenhas gostado do blog e que voltes sempre!

Entrelinhas Direcionadas: Felizes Aqueles Que Sabem Ler Nas Entrelinhas! | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS