Vírgulas do Destino: Prisioneiros do Amor, Capítulo 2

Capítulo 2: Mudanças Positivas


*Algumas semanas depois, em Vigo, Espanha*

Mikel tinha-se ambientado rapidamente à sua nova vida, contrariando completamente os seus maiores receios e medos. Ele fora muito bem recebido pelos pais de Caim e pelos amigos dele. Durante os primeiros tempos, Mikel e Caim andaram entretidos em busca de casa para viverem.

Embora Caim tivesse já um apartamento, dos tempos em que vivia com Santiago*, este mantinha demasiadas recordações do falecido namorado. Não tinha sido uma decisão fácil e Mikel optara por se remeter ao silêncio, dizendo que aquela era uma decisão que Caim deveria tomar sozinho e que aceitaria qualquer que fosse a sua escolha.

* Nota do Autor - [ver "Vírgulas do Destino: Meandros da Vida" - Capítulo 2]

Caim falou com os pais sobre o tema e estes concordaram com Mikel. Ninguém queria pressioná-lo a nada. Caim acabou por decidir que seria melhor trocar de apartamento e pediu a Mikel para o ajudar a escolher o novo "ninho". Mikel aceitou. Eles deixaram-se estar em casa dos pais de Caim até finais de Agosto.

Quando Setembro chegou, Caim regressou ao Instituto onde estudara antes da morte de Santiago para retomar os estudos. Mikel arranjou trabalho numa loja mística da cidade e rapidamente começou a ter sucesso e bastante clientela.


*27 de Setembro de 2013*


Era o fim de mais um dia de trabalho.

love-prisioners-mikel-prisioneiros-do-amor


Mikel estava a sentir-se cansado, triste e ligeiramente aborrecido. Havia alguma inquietação no seu espírito. Um peso no peito. Estava perdido em pensamentos quando umas mãos lhe taparam os olhos. Uma voz suave e divertida disse-lhe num sussurro:

- Advinha quem é....

Mikel começou a tactear e colocou as suas mãos por cima das mãos que lhe cobriam os olhos. Sorrindo ao toque, acariciou as mãos quentes e respondeu:

- Não faço ideia...

Caim aproximou-se do namorado e abraçando-o, beijaram-se. Uma chuva miudinha começou a cair. Mikel olhou para Caim e comentou:

- Que bela surpresa! Obrigado fofo!

- Estás bem? Não pareces lá muito feliz...

- Tive um dia um bocadinho complicado, só isso...

- Logo hoje? No dia em que vamos estrear a nossa casa nova?

- Tens razão fofo, tens razão! - Mikel sorriu, mas Caim sabia que algo não estava bem. Ele não sorria assim, quando estava feliz.

- Preferes deixar para o fim-de-semana? Por mim, não há problema, se quiseres adiar... - respondeu Caim, olhando sério para Mikel. Este abraçou-o em silêncio e beijando-o, respondeu:

- Não. Vamos estrear hoje, fofo! Eu estou triste e cansado, mas nada que um bom banho quente não resolva!

Mais felizes, os dois seguiram para o carro e dirigiram-se para a nova casa. Era um apartamento acabadinho de estrear. Mikel e Caim haviam-no mobilado nas últimas semanas e finalmente decidiram que estava bom, prontinho para os acolher.

Ao chegarem lá, aguardava-os uma cesta com flores e uma garrafa de champanhe à porta. Um cartão, dentro de um envelope, continha uma mensagem dos pais de Caim, a desejar-lhes boa sorte e muitas felicidades.

Entraram no apartamento abraçados, com o pé direito à frente, para dar sorte. Caim havia colocado umas velinhas a arder e uns pauzinhos de incenso a queimar, deixando um cheirinho muito agradável no ar, antes de ir buscar o namorado. Mikel sorriu verdadeiramente feliz. Se havia coisas que o conseguiam colocar animado, eram pequenos gestos como aquele.

- Awwwww! Que bonito! - exclamou.

- Ainda bem que gostaste, fofinho! Vá, vai tomar um banho que eu vou começar a preparar... Ahem... O jantar... - sussurrou Caim, com um grande sorriso.

Mikel olhou para ele um bocadinho incrédulo. Esperava que Caim quisesse vir tomar banho com ele, mas como estava mesmo a precisar de um bom duche, nem pensou duas vezes. Queria libertar-se daquela pressão que sentia dentro do peito. Queria esquecer a tarde que tivera...

*Alguns minutos mais tarde...*

- Ahhh...soube-me mesmo bem este banho! Fofo, onde estás? - chamou Mikel, já mais bem-disposto.

Caim respondeu-lhe da cozinha:

- Estou aqui, amor!

- Oki, deixa-me só vestir algo que já vou aí ter! - declarou Mikel, entre sorrisos.

Mikel rapidamente foi ter com o seu amado à cozinha. Ao entrar, ficou de boca aberta:

Caim estava vestido com uns calções acastanhados, justos e curtos, acima do joelho. A t-shirt era verde, num tom de verde-escuro. Olhou para Mikel com um ar atrevido e provocador. Colocando uma música a tocar, Caim inquiriu:

- Fofo, dás-me a honra de me acompanhar nesta canção?


[Caim]

O teu sorriso iluminado
Fez evolução em mim!
E por tudo que é sagrado
Nunca imaginei querer alguém assim!

Feito de água cristalina
Como o rio que procura o mar
O desejo alucina-me:
Faço qualquer coisa pra tu ficares!

Faz amor comigo, faz amor comigo
Tira-me desta solidão
Vem matar a minha saudade
Faz lá essa vontade
Ao meu coração!


[Caim & Mikel]

Faz amor comigo, faz amor comigo
Tira-me desta solidão
Vem matar a minha saudade
Faz lá essa vontade
Ao meu coração!


Mikel dançava bem encostado a Caim. Sorriam e beijavam-se felizes. Abraçando-o, disse-lhe:

- Como sabias que esta é a única música deste género que eu gosto?

Caim sorriu e mordiscou-lhe a orelha.

Olhando-o nos olhos, Mikel prosseguiu com a canção:


[Mikel]

O teu jeito apaixonado,
Os teus olhos cor de mel!

O perfume do pecado
Que me faz sonhar
E chegar até ao céu!

O teu abraço é o meu sossego
O teu corpo é o meu calor!

O teu carinho é o meu aconchego,
A felicidade tem o teu sabor!


[Caim & Mikel]

Faz amor comigo, faz amor comigo
Tira-me desta solidão


[Mikel]

Vem matar a minha saudade
Faz lá essa vontade
Ao meu coração!


[Caim & Mikel]

Faz amor comigo, faz amor comigo!
Tira-me desta solidão!


[Caim]

Vem matar a minha saudade
Faz lá essa vontade
Ao meu coração!


Sorriram felizes. Mikel pegou em Caim e levando-o ao colo, seguiram para o quarto. Deitou-o na cama com muito carinho, enquanto trocavam beijos apaixonados. Caim puxou-o para cima de si e Mikel não se fez rogado. Abraçaram-se e beijaram-se. Olhavam-se nos olhos, muito felizes e cheios de desejo. Eles haviam esperado muito tempo, por aquele momento. O momento em que se entregariam um ao outro...

*Na manhã seguinte...*

Caim acordou e ficou a olhar para o tecto. Parecia surreal a noite que havia tido. Sentia-se nas nuvens. E cheio de dores.

- Ouch... Dói-me o corpo todo... - suspirou.

Mikel tinha ido tomar um duche, quando de repente surgiu com uma toalha enroscada ao peito e outra mais pequena a secar o cabelo. Sentou-se ao lado de Caim e disse-lhe:

- Para te ser sincero, eu estava com medo, fofinho... Afinal, gosto de ti desde o dia em que nos conhecemos* e não queria dar este passo sem ambos estarmos prontos...Tinha medo de perder o controlo...

* Nota do Autor - [ver "Vírgulas do Destino: Meandros da Vida", Capítulo 2]

- Mikel...

- Nunca imaginei que a tua pele fosse tão macia... E a tua voz a chamar por mim... Tão sexy... E a tua cara, quando estavas prestes a... Hum... Estou mesmo feliz! Finalmente o fizemos! - rematou Mikel, com um sorriso.

Caim olhou para ele e baixando a cabeça, respondeu:

- Estou a ver... Mas sabes uma coisa? Apesar de saberes que era a nossa primeira vez, não te preocupaste com mais nada... Além de me teres magoado, acho que vamos ter um bebé...

Mikel olhou espantado para Caim e gaguejando, disse:

- O quê?! Es-tás a falar a sério?? Bem... És capaz de ter razão e eu ter perdido o controlo, mas tu és tão giro e fofo... E estava a ser tão bom! E claro, tu também estavas a gostar e pediste mais! Querias mais e mais!


Caim virou costas, enquanto Mikel continuava a divagar no que este dissera.

- Um filho? Nós vamos ter um filho?!? - perguntou, espantado. - Bem... Eu... Eu... Assumo a total responsabilidade! - respondeu Mikel, corando imenso.

Caim tentou controlar-se mas não aguentava mais. Começando-se a rir, virou-se para Mikel e riu-se ainda mais, ao ver o olhar sério e determinado dele!

- Ah ah ah ah! Tu és demais, fofo! Havias de ver a tua cara agora! Ah ah ah ah!

Mikel olhou para ele e ripostou:

- Caim...! Vamos a mais uma ronda antes de sairmos!


[Continua...]

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sexo oral. Porém escrito!

Projecto "Baleia Arco-Íris" [Update]

Animal X Animal