Era Uma Vez... Imagina...Como Gosto de Ti!

Imagina... Como Gosto de Ti!

Era uma vez uma pequena Girafa chamada Gi que vivia com a sua mãe numa Savana. Gira era uma girafa hiperactiva. Nunca parava um segundo! Na escola, as outras Girafas já nem brincavam com ela, pois a professora de Gi passava o tempo a ralhar-lhe!

Numa noite muito fria, a pequena Girafa quando se ia deitar, agarrou-se ao pescoço da mãe. Queria ter a certeza que esta a ouvia:

- Adivinha o quanto eu gosto de ti! – exclamou baixinho.

A mãe de Gi olhou para ela e sorrindo, respondeu:

- Ora bem, acho que não consigo adivinhar isso!

Gi olhou para a mãe e mais animada, disse:

- Gosto assim! – Respondeu, esticando o pequeno pescoço o mais que podia.

O problema é que a mãe de Gi tinha um pescoço ainda maior!

- Eu gosto de ti assim – disse ela, enquanto lhe lambia as orelhas.

"Humm é muito!" - Pensou a pequena girafa. Decidida, Gi vira-se para a mãe e diz:

- Gosto de ti esta altura toda! - levantando as patas da frente.

- E eu gosto de ti esta altura toda! – respondeu a mãe, levantando também as patas da frente e ficando ainda mais alta.

- "Bolas! És mesmo muito alta mãe! Quem me dera ter um pescoço assim!" – pensou a pequena girafa.

Sempre irrequieta, a pequena girafa teve uma ideia. Subiu para cima de um pequeno tronco ficando assim mais alta.

- Gosto de ti até á ponta das orelhas! – afirma Gi, muito feliz.

- E eu gosto de ti até á ponta dos teus pés! – responde a mãe.

A pequena girafa riu-se e começou a dar pulos e mais pulos ...

- Gosto de ti até onde eu consigo saltar! Gosto de ti o caminho todo até ao rio! - Gritou.

- Eu gosto de ti até depois do rio e dos montes! – Respondeu a mãe.

- "Xiii! Isso é mesmo longe!" - pensou a pequena girafa.

Gi tinha tanto sono que já não conseguia pensar. A pequena girafa olhou então para além dos montes, para a grande noite escura e fria. Nada podia ser mais longe do que o céu!

- Gosto de ti até à lua! – suspirou.

- Achas isso longe? – perguntou a mãe, com um sorriso.

- É mesmo longe ...acho eu – disse entre bocejos a pequena girafa. O sono estava a chegar.

A mãe girafa deitou a sua pequenina na caminha de folhas. Inclinou-se e deu-lhe um beijinho de boa noite. Depois deitou-se muito pertinho e murmurou sorrindo:

- Eu gosto de ti até à lua e de volta até cá baixo...

Gi adormeceu, feliz.

**************************************************************



NEE abordada: Hiperactividade

A esta NEE vou dar um ênfase particular, pois muitas pessoas confundem mau comportamento e/ou crianças irrequietas com hiperactividade.

Nada mais errado.

A hiperactividade define-se como sendo um conjunto de comportamentos que se repete de forma excessiva. Existe um subdesenvolvimento e mau funcionamento de algumas partes do cérebro, provocando um transtorno psiquiátrico centrado no défice de atenção da criança e/ou adulto(a).



Características da Hiperactividade:


Desatenção, agitação e impulsividade, podendo levar a dificuldades emocionais de relacionamento, bem como baixo rendimento escolar e outros problemas. Curiosamente, as crianças que sofrem deste problema costumam ser crianças com inteligência acima da média mas não chegam a ser sobredotadas. Sentem-se isoladas e afastadas pelos colegas e até pais e professores, não entendendo porque são diferentes. Sem acompanhamento, tornam-se pessoas bastante perturbadas.

As pessoas hiperactivas apresentam dificuldades em organizar tarefas, não escutam o que lhes dizem, precipitam-se a dar respostas antes de acabarem de ouvir as perguntas, com facilidade interrompem as outras pessoas, agitam o seu corpo com movimentos dos membros, ainda que de forma involuntária.

Pessoas que sofrem de hiperactividade parece que têm "bichos-carpinteiros", não conseguem estar sentadas durante muito tempo. Distraem-se com muita facilidade e esquecem-se do que têm de fazer.  



Origens da Hiperactividade:

Existem várias origens para a hiperactividade:

* Problemas durante a gravidez ou o parto;
* Exposição a determinadas substâncias;
* Hemorragia pré-parto;
* Consumir tabaco e/ou álcool durante a gravidez;
* Problemas familiares;



Ideias e Sugestões para recriarem: "Imagina... Como Gosto de Ti!"

Para as personagens:

Meias grandes; Tinta; Cartolina; Marcadores; Pincéis; Tecidos;


Para os cenários:

Uma caixa grande de cartão; Tintas; Garrafas grandes de água para criar outros animais da savana; Marcadores; Cartolina; Pincéis;

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Sexo oral. Porém escrito!

Projecto "Baleia Arco-Íris" [Update]

Animal X Animal